Esportes, Paulistão

Melhor do Paulista, Palmeiras se diz igual ao Santos

Melhor do Paulista, Palmeiras se diz igual ao Santos
Roger Machado vê duelo igual, enquanto Jair Ventura terá quarteto ofensivo. Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras e Ivan Storti/Santos FC

O técnico Roger Machado vem tentando descolar o Palmeiras da palavra favorito desde a goleada por 5 a 0 sobre o Novorizontino, na quarta-feira. Hoje (24), o time abre as semifinais do Campeonato Paulista contra o Santos, às 19h, no Pacaembu.

Na noite de hoje, o Santos é o mandante. Por isso, terá toda a arquibancada a seu favor. “Entendo que clássico é um jogo em que os dois têm as mesma condições”, afirmou o treinador do Palmeiras.

A estratégia de Roger Machado está embasada na história recente do alviverde.

Neste Paulista, o time tem, com folga, a melhor campanha, com dez vitórias, dois empates e duas derrotas.

“O que me dá o favoritismo? Se me disser que temos três gols de vantagem em função de ter os melhores números eu posso garantir que seremos os favoritos. Porém, o jogo começa 0 a 0 e sabemos como são as características dos clássicos”, afirmou Roger Machado, lembrando da ferida que tenta cicatrizar.

No ano passado, também considerado o favorito ao título paulista, o Palmeiras foi goleado pela Ponte Preta no jogo de ida da semifinal. Em casa, não conseguiu reverter o resultado e foi eliminado.

Contra o Santos, a novidade do time tende a ser a volta de Jailson. O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) atendeu a pedido do Palmeiras e concedeu efeito suspensivo à punição do goleiro, que havia levado gancho de três jogos na última segunda-feira. Desta forma, o titular está livre para jogar até que ocorra novo julgamento e poderá enfrentar o Santos tanto hoje quanto na próxima terça-feira.

Sem Miguel Borja, convocado pela seleção da Colômbia, o time terá Willian centralizado no ataque. Keno entra no time para atuar pelos lados do campo.

Gabigol

O Santos tenta controlar a instabilidade de sua principal contratação na temporada, o atacante Gabriel.

Autor de 12 gols em 30 clássicos disputados pelo San­tos, o jogador foi expulso em um dos jogos mais importantes do time no ano, contra o Nacional-URU, pe­la Copa Libertadores.

Jair Ventura decidiu sacar o meia Jean Mota e colocar em seu lugar Diogo Vitor, que é atacante de origem. Dessa forma, em teoria, o alvinegro terá um quarteto ofensivo, que será completado com Eduardo Sasha, Rodrygo e Gabigol.

 

SANTOS X PALMEIRAS

Ár­bi­tro: Flavio Rodrigues de Souza. Estádio: Pacaembu, em São Paulo, às 19h. TV: Sportv.

SANTOS

Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz, Dodô; Alison, Léo Cittadini, Diogo Vítor; Eduardo Sasha, Gabigol, Rodrygo.
Técnico: Jair Ventura.

PALMEIRAS

Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins, Victor Luís; Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima; Keno, Willian, Dudu. Técnico: Roger Machado.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*