Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Marinho é confirmado candidato a prefeito de São Bernardo

Marinho: "é preciso recolocar São Bernardo nos trilhos, ainda mais quando o povo passa por tantas dificuldades em função da pandemia, crise econômica e desemprego". Foto: Arquivo/Divulgação/PT
Marinho: “é preciso recolocar São Bernardo nos trilhos, ainda mais quando o povo passa por tantas dificuldades em função da pandemia, crise econômica e desemprego”. Foto: Arquivo/Divulgação/PT

O ex-prefeito Luiz Marinho foi homologado como candidato a prefeito de São Bernardo pelo PT neste domingo (6), durante convenção realizada de forma mista – parte presencial e parte virtual. Ana Paula Lupino (PTB), secretária geral da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e especialista em direito tributário, foi confirmada como candidata e vice-prefeita.

Além do PT, fazem parte da coligação de Marinho mais seis partidos: PTB, PDT, PL; PCdoB, Solidariedade e Rede.

O mote da campanha de Marinho deve ser “São Bernardo na mão de sua gente’. “Em 2008, recebemos a cidade depois de um governo desastroso dos tucanos, os mesmos que governam hoje. Uma cidade com alojamentos onde as famílias viviam em péssimas condições, com unidades de saúde e escolas caindo aos pedaços, sem SAMU, sem UPAs, com lixo e mato tomando conta de praças e ruas”, relembrou.

Para Marinho, esse quadro de abandono se repete hoje. “Isso é exatamente o que vemos quatro anos depois de termos entregue uma prefeitura redonda em suas contas, com capacidade de investimento, obras contratadas, realizadas e em andamento com recursos garantidos para sua execução”, afirmou.

Segundo o ex-prefeito, o município é usado para a realização de projetos pessoais e privados. “Esse prefeito que está aí abandonou nossa gente. Elegeu como prioridade seus amigos e colegas de negócio. Tenta disfarçar sua incompetência e sua escolha por poucos com propaganda e marketing”, destacou.

O candidato defendeu que é preciso recolocar São Bernardo nos trilhos, ainda mais quando o povo passa por tantas dificuldades em função da pandemia, crise econômica e desemprego. “Cuidar, essa será a meta e o método do nosso governo. Cuidado com aqueles e aquelas que precisam de uma robusta rede de proteção social, com complemento de renda e qualificação para uma recolocação no mercado de trabalho.”

Segundo Marinho, a proposta é oferecer crédito mais ágil aos micro e pequenos empreendedores da cidade, com juros subsidiados por pelo menos dois anos, como uma forma de tentar minorar os efeitos da crise econômica na cidade.

Diversas outras lideranças políticas deram depoimentos sobre a importância de o PT voltar ao comando da cidade. Entre elas, a presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann, deputados estaduais e federais, lideranças sindicais, como os presidentes do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Santana, e da CUT, Sérgio Nobre, e da Força Sindical, Miguel Torres, o governador do Piauí, Wellington Dias, a ex-deputada federal Manuela D’Avila, a deputada federal Benedita da Silva.

A ex-presidenta Dilma Roussef destacou a revolução que Marinho fez na saúde, com a entrega de nove Upas, construção  do Hospital de Clínicas, mas também obras estruturantes de urbanização, construção de novas moradias e de combate às enchentes, um problema que a cidade enfrentava já há muitos anos.

 “Na prefeitura Marinho fez uma pequena revolução: mudou a cara de São Bernardo. A quantidade de ações realizadas, não apenas na área social, que é nossa especialidade, mas na infraestrutura da cidade foi impactante. Não tem a menor condição de qualquer um concorrer tendo em vista esse currículo”, destacou Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo e ex-candidato do PT à presidência.

um comentário

  1. Mas, sério, merece comentário ??

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*