Esportes, Sul-Americana

Maratona de jogos em maio desafia planejamento de Rogério no São Paulo

Maratona de jogos em maio desafia planejamento de Rogério no São Paulo
Ceni orienta jogadores durante treino do São Paulo no CT da Barra Funda. Foto: Rubens Chiri/SPFC

A vitória sobre o Santos faz parte do passado e o técnico Rogério Ceni já virou a chave pensando não só na Copa Sul-Americana, mas também na maratona de jogos que o time terá pela frente neste mês por conta das três competições que disputa – além do Brasileiro, o time também está na Copa do Brasil.

O duelo contra o Everton, do Chile, está marcado para quinta-feira, mas o treinador, em conjunto com a comissão técnica, já tem um mapa para identificar os atletas mais desgastados.

Os preservados da vez foram o veterano Rafinha, de 36 anos, e o centroavante Calleri, artilheiro do time na temporada. Ambos não seguiram com a delegação que viajou nesta terça para o Chile.

Além de fortalecer a equipe para a partida contra o Fortaleza, pelo Brasileiro, no próximo fim de semana, o time do Morumbi tem confronto importante no dia 12, que é o jogo de volta contra o Juventude pela Copa do Brasil. Assim, o treinador são-paulino espera contar com Calleri e Rafinha no Nordeste, e também diante da equipe de Caxias do Sul.

Na Sul-Americana, o time do Morumbi lidera seu grupo com folga, já que em três jogos o aproveitamento é de 100%. Assim, Rogério deve escalar um time repleto de reservas pela competição internacional e dar prioridade ao Brasileiro e à Copa do Brasil.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*