Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Manente credita derrota nas urnas a ‘efeito Dória’

Manente: “Fizemos um segundo turno franciscano, quase sem nenhum recurso”. Foto: Eberly Laurindo

O deputado federal e candidato derrotado à prefeitura de São Bernardo Alex Manente (PPS) atribuiu seu revés nas urnas no último domingo (30) ao “efeito Dória” que atingiu as eleições municipais da região metropolitana de São Paulo. Para o pepessista, a campanha televisiva do prefeito eleito da Capital, João Dória (PSDB), “contagiou” a disputa em São Bernardo e foi a grande responsável pela vitória de seu adversário Orlando Morando (PSDB) em ambas as etapas da votação.

“Enfrentamos duas máquinas no primeiro turno: a estadual e a municipal. Conseguimos furar um bloqueio histórico que existia na cidade, mas a eleição foi decidida no final do primeiro turno, porque a onda Dória contagiou São Paulo e as cidades metropolitanas, principalmente, São Bernardo”, disse o deputado ontem (3), durante a primeira entrevista coletiva concedida após o resultado da eleição.

Reiterando não ter recebido apoio do PT ao longo da campanha, Manente destacou que seu avanço ao segundo turno como segundo colocado resultou na “perda” de aliados a sua candidatura, principalmente diante da “máquina” estadual e da presença de caciques tucanos em atividades de campanha do rival. Além do governador Geraldo Alckmin (PSDB), também participaram de agendas de Morando no município o prefeito eleito Dória e o senador José Aníbal (PSDB).

“No segundo turno fizemos uma disputa franciscana, praticamente sem nenhum recurso, mas debatendo propostas. Novamente enfrentamos o peso do governo do Estado, que veio para o seguindo turno com muito mais veemência”, afirmou o popular-socialista, que disse ter se surpreendido com a atuação de Alckmin na campanha de Morando. Até então, o tucano vinha se esquivando da disputa na cidade, já que ambos os concorrentes compuseram a base de seu governo.

Apesar do clima de animosidade entre ambos os candidatos durante a campanha, Alex disse já ter entrado em contato com o prefeito eleito para desejar sucesso no novo governo. “Disse que já há uma emenda parlamentar de minha autoria, no valor de R$ 3 milhões, para que designe a área em que deseja utilizar esse recurso. Não quero impor essa destinação e sim colaborar com a cidade”, destacou.

Próximos passos

Questionado sobre seu futuro político após a derrota nas urnas, o pepessista não descartou candidatar-se novamente ao Executivo municipal, mas afirmou que o foco a partir de agora será terminar seu mandato como deputado federal. “Candidaturas dependem muito do momento e do cenário”, disse. “Saio com o sentimento de que cumprimos da melhor forma que podíamos. Faltou voto para ganhar a eleição, mas precisamos reconhecer democraticamente o resultado das urnas e trabalhar para que a cidade possa prosperar”, completou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*