Mauá, Política-ABC, Sua região

Mãe de Vanessa Damo é nova vice de Atila Jacomussi

Atila e Alaíde: “nosso governo vai valorizar a mulher”. Foto: Robson Fonseca/Divulgação

O deputado estadual licenciado e candidato a prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), tem uma nova candidata a vice na disputa pelo Paço da cidade: Dona Alaíde (PMDB), que entrou na chapa para substituir o genro, José Carlos de Orosco Junior, presidente municipal do PMDB e que não poderá participar da disputa por estar enquadrado na Lei da Ficha Limpa, após doação considerada irregular para a campanha da esposa, ex-deputada Vanessa Damo (PMDB), em 2014.

A equipe de campanha destacou que a inclusão de Dona Alaíde na chapa vai enfatizar a importância da participação feminina na política e reforçar as ações sociais previstas no plano de governo Atila 40. “A chegada da Dona Alaíde é mais uma demonstração de que o nosso governo vai valorizar a mulher”, afirmou Atila durante a oficialização da nova chapa. “Ela vai ajudar principalmente na área social, porque tem uma enorme sensibilidade para esse tema”, completou.

Alaíde Damo, de 67 anos, é mãe da presidente estadual do PMDB Mulher, Vanessa Damo, e foi duas vezes primeira-dama de Mauá, nas gestões de Leonel Damo (1983-1988, 2005-2008). Nessas ocasiões, presidiu o Fundo Social de Solidariedade, trabalho que exerceu de forma voluntária.

Na área de proteção animal, Dona Alaíde promoveu castrações gratuitas em mais de 3 mil animais de famílias de baixa renda. “Sou uma ferrenha defensora dos animais. Tenho muitos em casa que peguei na rua”, pontuou. O plano de governo Atila 40 prevê diversas ações nessa área, como a criação da Coordenadoria de Proteção e Defesa Animal, o Programa Veterinário Popular – convênios com clínicas particulares para reduzir o preço dos atendimentos –, feiras de adoção e campanhas de vacinação e castração, entre outras.

Mulheres e crianças

Na área de defesa das mulheres e crianças, Alaíde promoveu a abertura do banco de leite humano no Hospital Nardini, atualmente fechado. “Como mulher, mãe e avó, entendo a importância de iniciativas como essas, porque as mulheres precisam de cuidado, de amor”, disse. O plano de governo prevê várias medidas focadas em direitos da mulher, como a criação de uma casa de abrigo para vítimas de violência doméstica, o Programa Mãe Mauaense e a construção do Centro de Referência da Saúde da Mulher.

A escolha de Dona Alaíde foi uma indicação do PMDB e consenso entre os partidos da coligação após o impedimento de Orosco Junior. “Resolvi abrir mão da condição de vice para somar com o projeto e evitar que os adversários pudessem proporcionar desgaste mentindo sobre uma possível invalidação dos votos. A vitória do Atila é o objetivo mais importante para o PMDB no momento, porque sabemos que será o melhor para Mauá. A cidade está abandonada e precisa ser recuperada”, disse Orosco, que vai continuar como coordenador-geral da campanha. “O Junior mostrou sensibilidade e sou muito grato a ele por isso. Nosso projeto não é pessoal, é pelo renascimento de Mauá”, afirmou Atila.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*