Copa do Brasil, Esportes

Loss deve recorrer à formação com centroavante

Loss deve recorrer à formação com centroavante
O elenco do Corinthians treinou, ontem, no CT da Chapecoense, em Chapecó. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O Corinthians tem a vantagem do empate, mas sabe que não poderá apenas se defender contra a Chapecoense, amanhã (15), no jogo de volta pelas quartas de final da Copa do Brasil. Por isso, Osmar Loss está pensando cuidadosamente na formação de seu ataque.

O técnico tem, ao menos, três opções em mente para mandar a campo. A primeira delas é a que mais agrada a Fiel neste momento, pois manteria o time que conseguiu boa sequência de resultados, puxada pelas atuações de Romero.

Com o paraguaio de centroavante, Pedrinho na direita, Clayson na esquerda e Jadson pelo meio, o Corinthians venceu Cruzeiro e Vasco, pelo Brasileirão, além de bater a própria Chapecoense, em Itaquera, 1 a 0, no jogo de ida do torneio mata-mata.

Foi este último resultado, aliás, que deu a vantagem ao alvinegro de jogar pelo empate amanhã. Se o time catarinense der o troco com uma vitória por um gol de diferença, a vaga será decidida nos pênaltis. Não há mais o critério do gol fora.

Uma segunda opção de escalação do Corinthians contra a Chape teria o retorno do ata­cante Jonathas, recuperado de lesão na coxa direita.
Se optar pela volta do camisa 7, Osmar Loss poderá sacar Clayson e colocar Romero na esquerda, ou tirar Pedrinho para manter Clayson e inver­ter a posição do paraguaio.

“São possibilidades no iní­cio ou no decorrer do jogo”, afirmou o técnico corintiano.

A formação sem Pedrinho é a que menos agrada a torcida, já que o garoto é o xodó da Fiel e, ao lado de Romero, tem se destacado na frente.
Somente após o treino de hoje é que Loss vai definir a equipe para o decisivo duelo na Arena Condá.

FRUSTRADO

O atacante Roger foi contratado para ser a solução do ataque alvinegro, mas até agora não conquistou a torcida. Contra a Chapecoense, domingo, o centroavante voltou a perder chances claras de gol.

Roger admite que está irritado com isso. “Se é frustrante para alguns, imagine para mim. Tem me incomodado bastante”, afirmou o camisa 9, autor de dois gols em 11 jogos. Como jogou pelo Inter na Copa do Brasil, Roger não pode enfrentar a Chape.

 

Clayson deve ser denunciado por jogar água em torcedores

O atacante Clayson deve ser denunciado pela procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por jogar água em torcedores da Chapecoense, no domingo (12), durante a derrota alvine­gra por 2 a 1, na Arena Condá.

O procurador-geral do STJD, Felipe Bevilacqua, disse que vai analisar as imagens do atacante. A denúncia deve ser feita até o início da semana que vem.

A atitude seria enquadrada no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. O texto fala em “assumir conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código”. A punição é de um a seis jogos.

 

Fagner pede atenção para evitar novo vacilo do Corinthians

Fagner foi poupado do jogo de domingo, contra a Chapecoense, mas tirou uma lição da derrota do Corinthians, por 2 a 1, de virada. Para o lateral direito, a equipe precisará aumentar seu nível de concentração, sobretudo no duelo de amanhã (15), contra a mesma Chape, pela Copa do Brasil.

“Nós já tivemos o alerta, sabemos o que pode acontecer. Vamos trabalhar bem para não sermos surpreendidos”, disse o camisa 23.

Se o time alvinegro voltar a perder para o time catarinense amanhã por um gol de diferença, como ocorreu pelo Brasileirão, a vaga na semifinal da Copa do Brasil será decidida nos pênaltis.

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*