Minha Cidade, Santo André, Sua região

Lixeiras de Santo André têm nova adesivação para estimular descarte correto de resíduos

Visual moderno faz referência a um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, estabelecidos pela ONU. Foto: Divulgação/Semasa
Visual moderno faz referência a um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, estabelecidos pela ONU. Foto: Divulgação/Semasa

As papeleiras de Santo André, conhecidas popularmente como lixeiras, estão ganhando nova adesivação. O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) começou a instalar na manhã desta segunda-feira (28), na região central da cidade, os equipamentos com a nova identidade, que agora conta com a escrita ‘Santo André joga limpo. Lixo é no lixo’ para sensibilizar a população a descartar os resíduos corretamente.

“As papeleiras são fundamentais para garantir a limpeza da cidade, evitando que materiais sejam jogados irregularmente em vias públicas, o que prejudica o sistema de drenagem e causa alagamentos”, explica o superintendente do Semasa, Gilvan Junior. Antes de serem instaladas com a nova identificação, as unidades passaram pelo processo de higienização.

Outra novidade é que o adesivo inclui o décimo primeiro dos dezessetes Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas): Cidades e comunidades sustentáveis. Ele visa, por exemplo, garantir o acesso a todos aos serviços básicos e a melhorar as condições de bairros mais carentes. A proposta de incluir a identificação dos ODSs faz parte do pacto pelas Cidades Sustentáveis, assinado pela Prefeitura de Santo André.

As papeleiras são um patrimônio público e é dever de todos os munícipes zelar pelos equipamentos. Anualmente, o Semasa instala 800 unidades, sendo que cerca de 40% delas precisam ser trocadas por causa de vandalismo, quebra, queima, furto e colocação de chicletes – o que gera um custo de R$ 72 mil.

Georreferenciamento das papeleiras

 Com o objetivo de tornar público o endereço dos locais onde há instalação de papeleiras e para facilitar a vida de quem quer jogar resíduos que estão sendo carregados na mão, na bolsa ou mochila, o Semasa começou a fazer testes de georreferenciamento das lixeiras. As informações ficarão disponíveis na plataforma SIGA (Sistema de Informações Geográficas Andreenses), da Prefeitura de Santo André.

O portal já disponibiliza para consulta outros dados referentes à gestão de resíduos sólidos, como o endereço das Estações de Coleta e os setores de coleta de resíduos úmidos e secos. O Semasa ainda pretende incluir os endereços dos PEVs (Postos de Entrega Voluntária) e o mapa com o cronograma dos serviços de varrição. O endereço da plataforma é https://siga.santoandre.sp.gov.br/.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*