Brasileirão, Esportes, Futebol

Líder em assistências, Clayson reconquista titularidade no Corinthians

Foram só 21 minutos em Chapecó, mas fundamentais para Clayson. Com a assistência para o gol decisivo de Jô na vitória sobre a Chapecoense, na quarta-feira (23), o meia também praticamente confirmou sua volta à equipe titular amanhã, contra o Atlético-GO.

A atividade de Fábio Carille, hoje, deverá confirmar a modificação que premia o líder em assistências do time no Brasileiro. São quatro passes perfeitos para gols.

Sem Romero, suspenso, o treinador já indicou que Clayson terá novamente a oportunidade de compor no ataque ao lado de Jadson, Rodriguinho e Kazim, já que Jô também recebeu o terceiro cartão amarelo. Jadson se preparou durante toda a semana para a volta à equipe.

Para o jogo de quarta, Carille havia conversado em particular com Clayson para explicar os motivos pela escalação de Marquinhos Gabriel em Chapecó. Um deles era de que o desgaste do ex-jogador da Ponte Preta havia sido significativo no último sábado, na derrota por 1 a 0 para o Vitória, em Itaquera.

No próximo jogo, os dois jogadores devem novamente trocar de posição, já que idealmente Marquinhos Gabriel é visto como o reserva direto de Jadson e Clayson, substituto imediato de Romero.

Com as já confirmadas ausências de Balbuena e Arana, o Corinthians deverá ser ratificado no treino de hoje com: Cássio; Fagner, Léo Santos, Pedro Henrique e Moisés; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Clayson; Kazim.

Cinco semanas

O período de ausência estimado pelo Corinthians devido às lesões musculares de Guilherme Arana e Balbuena foi confirmado ontem após novos exames de imagem. A dupla se lesionou no sábado em derrota para o Vitória.

O caso do lateral-esquerdo inspira um período maior de inatividade, que pode alcançar até cinco semanas. O paraguaio será desfalque por 15 dias.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*