Brasileirão, Esportes

Lesão pode tirar Gabriel Jesus de ‘decisão’

Somando o empate no Sul, Gabriel Jesus ficou 294 minutos em campo nos últimos dez dias. Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

O Palmeiras pode ter importante desfalque para a “decisão” contra o Flamengo, amanhã (14), no Allianz Parque, jogo que vale a ponta do Campeonato Brasileiro. Principal jogador do time, Gabriel Jesus saiu machucado do jogo contra o Grêmio, no domingo, e ainda é dúvida.

O Palmeiras lidera a competição com 47 pontos após 24 rodadas, um a mais que o rubro-negro carioca.

No empate sem gol contra o Grêmio, Jesus deixou o campo na etapa final, sentindo uma fisgada na virilha esquerda. Ontem (12), no desembarque do alviverde em Congonhas, zona sul de São Paulo, o centroavante foi um dos mais festejados por cerca de 30 palmeirenses que estavam no aeroporto para manifestar apoio ao time.

O atacante, contudo, dei­xou o local rapidamente para realizar exames médicos mais específicos e detectar a gravidade de sua lesão.

O clube dará maiores detalhes sobre a situação do seu camisa 33 hoje, na reapresentação dos jogadores na Academia.

Rubens Sampaio, um dos médicos do Palmeiras, negou que a maratona encarada pelo jogador na última semana tenha causado a lesão na virilha.

“Gabriel sentiu a virilha. Não tem nada a ver com fadiga. Os índices dele estavam absolutamente normais”, afirmou o médico alviverde, após o jogo, ainda em Porto Alegre.

O técnico Cuca endossou as palavras do companheiro de comissão técnica. “Os oportunistas podem falar: ‘Colocou o guri para jogar 40 minutos (contra o São Paulo, 24 horas após atuar pela seleção)’. Gabriel descansou na quinta, na sexta e no sábado”, disse o treinador.

“Não deixei o garoto trabalhar sequer por um período. A fisiologia do Palmeiras é muito boa e nos deu o menino, de 19 anos, 100%. Lesão pode acontecer com qualquer um. Pode ser que não tenha nada e que jogue na quarta”, prosseguiu.

Maratona

Na semana passada, Gabriel Jesus foi titular no confronto entre Brasil e Colômbia terça-feira, em Manaus, pelas Eliminatórias da Copa-18.

O atacante jogou até os 40 minutos do segundo tempo. No dia seguinte, pela manhã, embarcou no jatinho do presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, e entrou no segundo tempo do clássico contra o São Paulo, 24 horas depois de ter defendido o Brasil.

Nos últimos dez dias, Gabriel Jesus ficou 294 minutos em campo, contando as partidas contra Equador e Colômbia, pela seleção, e São Paulo e Grêmio, pelo Palmeiras.

Retornos

Se Gabriel Jesus ainda é dúvida, Cuca ganhou, ao menos, duas boas notícias.

O lateral direito Jean e o zagueiro Mina, que cumpriram suspensão na partida contra o Grêmio, estão livres e à disposição e ambos devem retornar à equipe titular de Cuca.

Além disso, Vitor Hugo, Dudu e Rafael Marques – que estavam pendurados com dois amarelos – passaram ilesos e também são opções.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*