Brasileirão, Esportes

Lesão no quadril ameaça tirar Guerra de jogo na Libertadores

Após o empate por 3 a 3 com o Cruzeiro, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o Palmeiras retornou aos treinos na tarde de ontem (29) com uma preocupação: Alejandro Guerra.

Substituído no intervalo do duelo no Allianz Parque, o meia venezuelano tem uma tendinite no quadril e é dúvida para o jogo da Copa Libertadores, na próxima quarta-feira. O Palmeiras entra em campo para enfrentar o Barcelona de Guayaquil, na primeira partida das oitavas de final da competição.

Antes disso, porém, o time enfrenta o Grêmio pe­la 11ª rodada do Brasileiro, amanhã, no Pacaembu. Para esse jogo, Guerra já era desfalque certo, devido ao terceiro cartão amarelo. O zagueiro Yerry Mina e o meio-campo Tchê Tchê também terão de cumprir suspensão automática sábado.

Recuperado de tendinite, Michel Bastos participou dos trabalhos com bola na reapresentação e será reavaliado hoje para saber se terá condições de jogo.

O volante/lateral direito Jean é outro que preocupa. Com desgaste na cartilagem do joelho direito, o jogador deve desfalcar o Palmeiras por mais algumas partidas. O departamento médico do clube, porém, acredita que não será necessário submeter o atleta a uma cirurgia.

O plano é intensificar o trabalho de fortalecimento muscular para impedir o agravamento da lesão.

Setor desfalcado

Os problemas de Jean começaram no início de junho, quando não foi relacionado para o jogo contra o Atlético-MG. Embora tenha se destacado como lateral direito no ano passado, Jean também vinha sendo utilizado como volante, setor que perdeu peças importantes devido a lesões nos últimos tempos.
Para suprir a carência no meio-campo, o Palmeiras providenciou a contratação de Bruno Henrique, que pode fazer sua estreia amanhã, diante do Grêmio.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*