Economia, Notícias

Juro para pessoa física cai pela 1ª vez em dois anos

A taxa média de juros cobrada de pessoas físicas caiu em outubro pela primeira vez em 24 meses, revela levantamento da As­sociação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) divulgado ontem (10).

O juro médio nos empréstimos para pessoas físicas recuou de 8,24% em setembro para 8,20% em outubro, o que ainda equivale a uma taxa de 157,47% ao ano.

Para Miguel José Ribeiro de Oliveira, diretor da Anefac, a queda é reflexo do corte da Selic na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central e da melhora das expectativas para a economia brasileira.

Das seis linhas de crédito analisadas pela Anefac, cinco tiveram redução em outubro. A única que subiu foi o cheque especial, que passou para 12,51% ao mês (311,43% ao ano), a maior taxa desde março de 1999. No cartão de crédito, os juros caíram para 15,39% (457,21% ao ano).

O diretor da Anefac disse que a tendência é que o Banco Central continue a reduzir os juros básicos. “Isso reduz o custo de captação dos bancos e possibilita novas reduções das taxas de juros nas operações de crédito”, afirmou, em comunicado.

Oliveira, porém, vê a possibilidade de novas altas nos juros para o consumidor, por causa do aumento do desemprego e do elevado nível de inadimplência.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*