Editorias, Mundo, Notícias

Juan Manuel Santos vence Nobel da Paz por negociações com as Farc

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, venceu ontem (7) o prêmio Nobel da Paz. O anúncio foi feito em Oslo, capital da Noruega, às 11h (6h em Brasília). Santos foi premiado por suas negociações de paz com as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), na tentativa de encerrar 52 anos de conflito. O Nobel inclui uma recompensa equivalente a R$ 3 milhões.

“Santos iniciou as negociações que culminaram em um acordo de paz entre o governo colombiano e as guerrilhas da Farc, e ele buscou de maneira consistente levar o processo de paz adiante, mesmo sabendo que o acordo era controverso”, disse Kaci Kullmann Five, líder do comitê do Nobel. “O prêmio deveria ser visto como um tributo ao povo colombiano, que, apesar das dificuldades e abusos, não desistiu da esperança por uma paz justa”, afirmou.

A notícia da vitória do presidente colombiano foi recebida com alguma surpresa, pois suas negociações foram rejeitadas durante o domingo (2) em um referendo na Colômbia, enfraquecendo sua posição política e colocando em dúvida a viabilidade da paz. O “não” venceu por uma diferença de 54 mil votos (50,2% contra 49,8%), contrariando as estimativas dos institutos de pesquisa.

Apesar de o presidente e seus interlocutores seguirem adiante com a tentativa de encerrar o conflito, o fracasso recente teve um impacto negativo por uma solução rápida à crise. Para o comitê do prêmio, o revés na votação não significa a rejeição à paz em si, e sim especificamente aos detalhes do acordo apresentado. O Nobel da Paz seria, dessa maneira, um incentivo para a continuidade das negociações para satisfazer todas as partes no processo de reconciliação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*