Diadema, Minha Cidade, Sua região

Jovens trabalham para recuperar Observatório Astronômico de Diadema

Equipamento foi vandalizado enquanto esteve fechado, mas já está sendo organizado. Foto: DivulgaçãoDois jovens, moradores e estudantes de Diadema, têm dedicado seu tempo livre para realizar um sonho: poder utilizar o Observatório Astronômico de Diadema para seus estudos sobre a natureza e o espaço. “Estudei na escola que existe aqui ao lado, mas nunca pude ter aulas neste local”, afirmou Victor Rondon, de 19 anos. A vontade é a mesma do amigo Lucas Pinheiro, também de 19 anos. “Quando a gente estudava, o equipamento funcionava apenas um sábado por mês”, relembrou.

Os dois têm liderado aos finais de semana e mesmo durante a semana mutirões de limpeza e recuperação do espaço, que abriga um moderno telescópio adquirido em 1991 por US$ 1 mil, após vaquinha realizada entre os integrantes da Associação de Astronomia e Astrofísica de Diadema, que por 11 anos, manteve convênio com a Prefeitura de Diadema.

Foi por meio da Associação que Rondon, então com 12 anos, começou a ter mais contato com astronomia. “Ouvia sobre o fim do mundo e passei a pesquisar, ler muito, estudando em casa”, explicou. “Esse é um espaço muito valioso. O meu interesse por astronomia aumentou meu interesse pelos estudos em geral e as crianças, os jovens, precisam de um espaço como esse”, completou.

O Observatório Astronômico de Diadema foi o primeiro equipamento municipal da região metropolitana. “A gente acredita no poder de transformação deste espaço, especialmente para essa região tão carente da cidade”, destacou Pinheiro, que foi levado para o estudo de astronomia pelo amigo. “É nítido o encanto das pessoas quando conseguem observar uma estrela, um planeta. É uma coisa maravilhosa e a gente tem na nossa cidade um equipamento capaz de proporcionar isso para elas”, complementou.

Mutirões

Os mutirões têm atraído poucas pessoas, apesar da grande divulgação pelas redes sociais. “Muita gente confirma, mas poucas pessoas, três ou quatro, é que realmente acabam aparecendo”, lamentaram os jovens, que atualmente estão estudando para prestar vestibular de Física. Ambos querem ser professores.

A Prefeitura de Diadema confirmou que o Observatório Municipal vai ser recuperado e que o prédio do antigo Centro Cultural Inamar – que foi transferido para o CEU das Artes – vai abrigar novos projetos da Secretaria de Educação, com atividades culturais, esportivas, científicas e educativas destinadas aos estudantes e comunidade escolar de Diadema. Está programada para maio pintura geral do espaço.

Quem quiser colaborar com os mutirões, seja doando e/ou emprestando materiais – necessitam de máquinas de solda, compressores, britadeiras, tinta, lâmpadas, fiação e o auxilio de profissionais de engenharia e elétrica – ou mesmo atuando nos reparos, pode obter informações pela página facebook.com/ObservatorioInamar.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*