Esportes, Futebol

Jorge diz que priorizou Santos ao Flamengo por projeto oferecido

Jorge diz que priorizou Santos ao Flamengo por projeto oferecido
Jorge explicou que também foi seduzido pelo técnico Jorge Sampaoli, que o procurou. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Sétimo reforço do Santos para esta temporada, Jorge foi apresentado ontem (29) em entre­vista coletiva no CT Rei Pelé. O lateral-esquerdo explicou que foi procurado pelo Flamengo, time em que iniciou a carreira, mas explicou ter optado pelo clube da Vila Belmiro pelo projeto apresentado durante a negociação.

“Só tenho a agradecer ao Flamengo, um clube que me criou. Não tenho mágoas. Recebi ligações do Flamengo, mas escolhi o Santos pelos projetos que me ofereceram, pela história que o clube tem e pela vitrine grande”, afirmou Jorge, que vai vestir a camisa de número 3 no Santos.

O lateral-esquerdo explicou que também foi seduzido pelo técnico Jorge Sampaoli, que o procurou e demonstrou bastante conhecimento sobre seu estilo de jogo e características, provocando ótima impressão. “Recebi uma ligação dele. É gratificante, porque Sampaoli tem um conhecimento enorme e está em um grande clube. Tenho certeza que ajudará o Santos”, disse.

Jorge chegou ao clube cedido por empréstimo pelo Monaco até o fim da temporada. Sua contratação, porém, demorou a ser concretizada, o que inclusive o impediu de ser inscrito para a sequência do Campeonato Paulista.

Antes de fechar com o Santos, Jorge estava emprestado pelo Monaco ao Porto, pelo qual pouco vinha atuando. Assim, espera aproveitar o retorno ao futebol nacional para atuar em sequência e alto nível, sonhando como uma oportunidade na seleção brasileira.

“Foi um pouco difícil porque o Monaco queria que eu ficasse na Europa. Quando recebi li­gação do Santos, pensei muito bem junto com meu empresário e minha família. Precisava jogar novamente. O Santos tem uma grande vitrine. Se eu fizer um bom campeonato, vou poder reaparecer e jogar pela seleção brasileira”, comentou.

O Santos iniciou 2019 com Orinho como titular da lateral esquerda, mas seu desempenho irregular levou Sampaoli a improvisar o atacante colombiano Copete na função até o clube fechar a contratação de Felipe Jonatan, junto ao Ceará. Agora, Jorge aumenta a concorrência pela função.

Como não pode atuar no Paulistão, Jorge poderá jogar pelo time apenas na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro. No torneio mata-mata, o time voltará a jogar na próxima quinta-feira, fora de casa, contra o Atlético-GO, pelo duelo de ida da terceira fase.

Além dos dois laterais, o Santos se reforçou para a temporada com o goleiro Everson, o zagueiro Felipe Aguilar, o volante Jean Lucas, o meia Cueva e o atacante Soteldo.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*