Esportes, Futebol, Paulistão

Jadson diz que não é ‘salvador da pátria’, mas promete gols e assistências no retorno

Jadson foi enfim apresentado de forma oficial pelo Corinthians. O jogador voltou a conceder entrevista como atleta do clube ontem (10). O meia descartou papel de “salvador da pátria”, mas prometeu gols e assistências.

Jadson: “Estou muito feliz de retornar ao clube”.Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians“Estou muito feliz de retornar ao clube do qual saí por cima em 2015, como campeão brasileiro. Foi um ano muito bom para mim e para meus companheiros. Não esperava essa repercussão da torcida pedindo minha volta. A única forma que tenho de retribuir é me empenhando, jogando bem, marcando gols e dando assistências. Não sou salvador da pátria, mas a torcida pode esperar um Jadson determinado”, disse o atleta.

“Sei da minha responsabilidade nessa volta. Aqui tem outros jogadores que têm bagagem, como Cássio, Danilo, Fagner. Eles também vão ajudar”, completou.

O meio-campista retornou ao Corinthians depois de longa negociação entre seus representantes e a diretoria alvinegra. O jogador rescindiu contrato com o Tianjin Quianjian, da China, no dia 16 de janeiro, e acertou com o clube paulista duas semanas depois. O anúncio oficial deu-se no último dia 6.

Na quinta-feira, o atleta de 33 anos trabalhou no campo do CT Joaquim Grava pela primeira vez depois da volta ao time corintiano.
Estima-se que Jadson entre em campo no começo de março. O atleta precisa recuperar a forma física depois de um período sem jogos – o último confronto oficial dele foi em outubro, na China. O meia deverá ser apresentado à torcida hoje, antes do jogo contra o Santo André.

Jadson, que assinou contrato de dois anos, já defendeu o time em 103 partidas, com 24 gols e 38 assistências. Ele, inclusive, fez o último gol de falta da equipe, em julho de 2015, contra o Atlético-PR.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*