Política-ABC, Sua região

Imigrantes e Anchieta ganham reforço na segurança

Os motoristas que trafegam diariamente pelo Sistema Anchieta-Imigrantes contam, desde o último dia 26 de outubro, com reforço nas medidas de segurança. A Ecovias, concessionária que administra o SAI, investiu R$ 3 milhões na aquisição e instalação de câmeras inteligentes, com imagens em alta definição, e que vão monitorar 24 horas por dia 16 diferentes pontos das estradas.

As imagens são transmitidas em tempo real para a central de operações da concessionária, onde três policiais rodoviários acompanham toda a movimentação. O sistema é programado para emitir um alerta visual e sonoro cada vez que alguma anormalidade for detectada, como um veículo parado no acostamento, pedestres na via ou algum objeto estranho nas pistas. É a primeira vez no país que uma concessionária faz um investimento que tem como objetivo a segurança publica e não apenas a segurança da operação viária.

“Temos todas as nossas rodovias concedidas aqui no Estado com bom monitoramento. Porém, esse monitoramento não é dedicado exclusivamente à segurança pública. Esse é um serviço exclusivo aqui do Sistema Anchieta-Imigrantes”, destacou o secretário da Segurança Pública do Estado de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho, durante evento de apresentação do sistema.

O secretário explicou que com o treinamento que os policiais receberam e o monitoramento em tempo real das vias é possível um tempo de resposta realmente baixo para as ocorrências. “Não vamos revelar qual é esse tempo, porque seria contar aos meliantes como vamos agir. Mas posso garantir que é um tempo suficiente”, afirmou.

Câmeras

As câmeras estão espalhadas pelos trechos de planalto tanto na Imigrantes quanto na Anchieta, nas chegadas aos municípios de Santos e São Vicente, e também nas áreas onde há mais urbanização e comunidades próximas às rodovias. “Nossa característica sempre foi usar a tecnologia de ponta a favor da operação rodoviária. A ideia agora foi usar essa expertise para ajudar na segurança pública, que embora não seja da nossa alçada, afeta diretamente o usuário do sistema”, declarou o superintendente da Ecovias, Rui Klein.

O tenente coronel e comandante do 1º Batalhão de Policiamento Rodoviário, Carlos Alberto dos Santos, destacou que desde o período de testes os resultados já têm sido positivos. “Essa tecnologia vem contribuir bastante com o policiamento. Não tivemos nenhum roubo nas áreas próximas das câmeras e isso já é um êxito”, comentou. Em novembro, 100 novos policiais rodoviários serão incorporados ao 1º Batalhão de Policiamento Rodoviário, responsável pelo Sistema An­chieta-Imigrantes.

Secretário Barbosa Filho e Klein, durante apresentação do sistema de monitoramento. Foto: Eberly Laurindo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*