Economia, Notícias

Ignorando a crise, empresa hoteleira aposta em até 10% de crescimento

Bruno Guimarães, diretor de Vendas e Marketing: “o ABC, sem dúvida, é um polo industrial e econômico importante”. Foto: DivulgaçãoO Grupo Vert, empresa brasileira que há sete anos administra empreendimentos hoteleiros, desde a concepção do projeto e captação de investidores, até a operacionalização das suas sete marcas, projeta crescimento de 7% a 10% este ano, com maior desempenho no segundo semestre. “O momento é agora. Os projetos estão sendo retomados, reuniões estão sendo feitas e a gente acredita na hotelaria brasileira”, declarou o diretor de Vendas e Marketing, Bruno Guimarães.

A empresa está inaugurando dois hotéis em Osasco e prospectando oportunidades de negócios na região. “O ABC, sem dúvida nenhuma, é um polo industrial e econômico importante, temos sempre interesse em desenvolver nossos hotéis”, afirmou. Até o final do ano, serão sete novos empreendimentos, totalizando 22 hotéis em operação.

Em uma era digital, Guimarães destacou que aplicativos de aluguel de quartos como Aibnb são, longe de ser considerado concorrência desleal, a oportunidade de enxergar o comportamento do consumidor no futuro. “As pessoas estão em busca de experiência, de inovação, ninguém quer mais ficar num hotel chato. Existe uma tendência de que o hotel não é só para dormir. É um espaço de entretenimento e gastronomia”, citou. “Já nascemos com esse DNA. Tem hotel que faturamos mais com restaurante do que como a hospedagem”, completou.

Para o executivo, as empresas precisam oferecer o que o cliente quer. “Olhando essa ótica do Arbinb, nós queremos funcionar igual. Ofereço diária sem serviço, coloco meu quarto dentro do aplicativo e vamos adaptando a forma de oferecer o produto certo para o cliente certo”, pontuou.

Com sete marcas em seu portfólio, entre internacionais e nacionais, os hotéis administrados pelo grupo Vert atendem clientes dos mais diferentes tipos e poder aquisitivo. “O que existe de comum entre eles é o que chamamos de ‘hotelaria essencial’. Uma boa cama, janelas com cortinas que realmente cortem a claridade, uma boa ducha, um bom café da manhã”, afirmou.

Experiência

A empresa trabalha para, futuramente, oferecer no mesmo site a compra da diária em hotéis, aluguel de carros, passagem aérea e de transporte rodoviário. “Vamos disponibilizar também a possibilidade de parcelamento dos gastos, para proporcionar aos clientes uma experiência com nossos serviços, de uma forma que ele possa pagar”, afirmou.

Guimarães explicou que de acordo com estudos do setor, ao menos 90% do parque hoteleiro do país não está vinculado a grandes redes, é chamado de independente. “Isso nos mostra que existe um grande potencial para profissionalização. Por menor que seja a cidade, ninguém quer se hospedar em uma espelunca, então existe espaço para a expansão e desenvolvimento”, detalhou. A meta da empresa é chegar aos 15 anos de existência com 90 hotéis em operação. Outras informações no site www.verthoteis.com.br.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*