Copa do Brasil, Esportes

Herói do título, Arrascaeta festeja gol após ‘via sacra’ no dia da decisão

Herói do título do Cruzeiro, Arrascaeta festeja gol após via sacra no dia da decisão
Arrascaeta comemora o segundo gol cruzeirense em Itaquera. Foto: Ale Frata/Codigo19/Folhapress

Foram 25 horas de voo, uma viagem desgastante, mas o sacrifício valeu a pena no final. Esse foi o discurso de Arrascaeta, que entrou no segundo tempo da partida entre Corinthians e Cruzeiro quando o placar estava 1 a 1 e, em um contra-ataque, definiu a vitória cruzeirense e o título da Copa do Brasil.

Arrascae­ta havia jogado amistoso com a seleção uruguaia terça-feira, no Japão.

“Foi muito sacrificante, um voo demorado, mas eu queria muito estar em campo hoje (ontem). Graças a Deus, eu consegui entrar e ajudar meus companheiros com a vitória e o título”, afirmou.

Frio e decisivo em campo, Thiago Neves não aguentou e desabou ao se sagrar bicampeão da Copa do Brasil pelo Cruzeiro. O meia-atacante não conteve as lágrimas e chorou ainda no gramado, antes mesmo de receber o troféu.

O meia acabou substituído no segundo tempo e destacou a dificuldade de jogar fora de casa o segundo jogo da decisão contra o Corinthians.

“Sabemos sofrer quando precisa e sabemos matar o jogo quando precisa matá-lo. A gente merecia o título por tudo que a gente faz, por tudo que trabalha. Eu só agradeço mais uma vez pelo bicampeonato do Cruzei­ro”, disse Thiago Neves.

O goleiro Fábio, que segurou o ataque do Corin­thians, também festejou o título em Itaquera. “É especial esse título. A gente sabe que, com 33 anos, todos falam que o jogador está encerrando a carreira. Então é aproveitar esse momento.”

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*