Diadema, Minha Cidade, Sua região

Guarda Municipal de Diadema ganha reforço de oito integrantes

Prefeitura já está elaborando plano de melhorias para o exercício funcional dos guardas civis e patrimoniais. Foto: Divulgação/PMD
Prefeitura já está elaborando plano de melhorias para o exercício funcional dos guardas civis e patrimoniais. Foto: Divulgação/PMD

Oito novos guardas civis, cuja formatura foi realizada nesta sexta-feira (5), passam a reforçar o contingente da GCM – Guarda Civil Municipal de Diadema. O evento, na área externa da base da corporação, localizada na região central, contou com a presença do prefeito  José de Filippi Júnior, da vice e secretária de Assistência Social e Cidadania, Patty Ferreria; e autoridades políticas e civis da cidade.

Se dirigindo aos formandos, o prefeito  disse que a cidade vive um momento especial de mudança e quer uma GCM comprometida com a cultura de paz. “Vocês devem crescer na inteligência, na capacidade de dialogar e na mediação de conflito”, afirmou.

Filippi relembrou que o sucesso do respeito à Lei Seca, medida com a qual o município reduziu drasticamente o número de homicídios, foi devido à capacidade de enfrentar com sabedoria o conflito e fazer respeitar a legislação.  “Naquela época, houve momento em que também tivemos de fazer uso da força e, para isso, pedimos apoio à Polícia Militar”, afirmou.

O secretário de Defesa Social de Diadema, Benedito Mariano, corroborou coma declaração do prefeito e afirmou que a GCM está tomando novo rumo. “Os sinais desse norteamento são os nossos primeiros decretos na área da segurança pública municipal. A criação da Ronda Cidadã que visa promover a proximidade da GCM com a população e a criação da Patrulha Maria da Penha para intensificar a proteção das mulheres vítimas da violência”, disse.  “Para isso, vamos investir na colaboração e parceria com a Polícia Militar, Polícia Civil e outros órgãos.”

Durante a formatura, foi anunciado que a prefeitura já está elaborando plano de melhorias para o exercício funcional dos guardas civis e patrimoniais. Uma das mudanças em estudos é possibilitar que o guarda faça “bico” nas próprias unidades da municipalidade, sem necessidade de procurar atividades extras fora da prefeitura.

O curso formação, iniciado em 19 de outubro, teve mais de 700 horas de aulas. Baseado nas diretrizes da Secretaria Nacional de Segurança Pública, passa de 40 disciplinas como policiamento comunitário, direitos humanos, defesa pessoal, Lei Maria da Penha, Estatuto da Criança e do Adolescente, armamento e tiro, combate a incêndio, direito penal, uso diferenciado da força, meio ambiente, entre outras.

De Adolescente Aprendiz a Guarda Civil

Um dos oito novos GCMs foi aluno do Projeto Adolescente Aprendiz, em 2004. Hoje, com 31 anos de idade, o guarda civil municipal de Diadema, Cláudio Siqueira, garante que aquele projeto foi muito importante na vida dele, que à época morava no Núcleo Habitacional Naval, na Vila São José. “Agradeço imensamente ao prefeito Filippi por ter criado o Adolescente Aprendiz. Lá, aprendi valores como caráter, compromisso e comunicação, que levarei pra minha vida toda”, afirma.

Ao parabenizar o ex-Adolescente Aprendiz, Filippi renovou seu compromisso de governar para todos, mas priorizar os mais necessitados. “O Projeto Adolescente Aprendiz foi muito importante para mais de 10 mil jovens. Isso tudo comprova a necessidade da cidade investir em política pública que acredita no ser humano”, falou o prefeito.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*