Esportes, Futebol

Grêmio tem CT penhorado em briga com Diadema

Grêmio tem CT penhorado em briga com Diadema
Pedro Rocha foi vendido no ano passado ao Spartak Moscou por R$ 45 milhões. Foto: Arquivo

O Centro de Treinamento do Grêmio foi penhorado devido ao processo movido pelo Clube Atlético Diadema, que alega ter direito a 30% da venda de Pedro Rocha ao Spartak Moscou por € 12 milhões (cerca de R$ 45 milhões), em 2017.

A decisão foi confirmada por Márcio Andraus, que representa o CAD na ação. “Ficou determinada a penhora do CT do Grêmio, que vale R$ 26 milhões, saldo suficiente para garantir o eventual sucesso desse processo”, disse o advogado à reportagem.

“Entendemos que o Grêmio, mesmo com situação fi­­nanceira estável, não tem hon­rado seus compromissos. Na entrada da ação pedimos, por serem valores relevantes e a probabilidade de o direito ser grande, que o juiz acatasse um pedido de penhora para caso o Grêmio queira postergar essa ação em longo prazo”, completa Andraus.

O diretor jurídico do Grêmio, Nestor Hein disse à reportagem que acredita em vitória do clube no processo.

“O Grêmio nega que o Diadema tenha direito a essa parte. O processo vai rolar por três ou quatro anos. Queriam penhorar até as contas do Grêmio, mas considero a situação resolvida”, disse o dirigente.

Em novembro, o Grêmio havia conseguido na Justiça evitar o bloqueio de uma parcela dos valores recebidos do Spartak Moscou, após o CAD ter obtido decisão favorável para bloquear a quantia.

Após o clube gaúcho ter revertido essa decisão, a Justiça determinou agora a penhora do CT, que vai garantir a sequência do processo por seu valor de mercado ser superior ao pleiteado pelo CAD.

O Diadema alega ter 30% da venda de Pedro Rocha, por ter sido o clube onde o Grêmio foi buscar o atacante, que atuou por dois anos na base da equipe paulista.

O Tricolor, porém, se apoia em uma cláusula no contrato que dizia que os paulistas só teriam direito ao porcentual se a venda fosse fechada até 31 de dezembro de 2015. Por outro lado, o Diadema usa balanço do Grêmio de 2016 no qual o próprio clube gaúcho admite ter 70% de Pedro Rocha.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*