Minha Cidade, Santo André, Sua região

Grana assina contrato emergencial com a Suzantur

Grana assinou acordo ontem; empresa contratada disponibilizará 82 ônibus. Foto: Anderson Pedro/PSA

O prefeito de Santo André, Carlos Grana, assinou ontem (7) contrato emergencial para operação do transporte público, em substituição à empresa Expresso Guarará, que comunicou processo de falência. A empresa Transportadora Turística Suzano Ltda foi selecionada para a contratação, após desistência das empresas Viação Guaianazes de Transporte Ltda, Viação Curuçá Ltda e Empresa de Transporte Urbano e Rodoviário Santo André Ltda, que não apresentaram propostas de participação no procedimento de contratação emergencial. No total, 26 empresas foram convidadas a participar do processo.

A SATrans finalizou na noite de quinta (6) vistoria nos 71 ônibus que vão operar no coletor-tronco Vila Luzita/Santo André, terminal e estações. No total, a contratada disponibilizará 13 veículos para rodar no Corredor da avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, 25 convencionais, 32 micrões e um micro-ônibus. A frota será completada para 82 carros em 30 dias pela contratada.

A empresa Expresso Guarará teve mais cinco ônibus apreendidos pela Justiça em decorrência de dívidas e deixou de receber o repasse de recurso da AESA (Associação das Empresas do Sistema de Transporte Público de Santo André) em razão de bloqueio judicial, tendo dificuldade para o cumprimento de suas obrigações, que estão em tramitação na Justiça com o pedido falimentar.

Na quinta-feira ocorreu audiência na Gerência Regional do Trabalho de Santo André, com o Sindicato dos Empregados em Escritórios de Empresas de Transporte Rodoanexa (Sintetra) e representante da Empresa Transportadora Turístico Suzano, selecionada por meio de contrato emergencial. O representante da empresa se comprometeu, mediante término de questões burocráticas, incorporar o quadro de funcionários da Expresso Guarará, garantindo o emprego e o salário dos funcionários, durante a vigência do contrato emergencial, que é de 180 dias.

Comprometeu-se ainda, com membros do sindicato, a quitar a folha de pagamento no dia 14 deste mês, mediante apresentação de documentação dos funcionários. Em relação ao ticket e demais benefícios, foi acordado o pagamento aos funcionários. Vale reforçar que nenhum representante da empresa Expresso Guarará compareceu na audiência realizada.

1 comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*