Minha Cidade, Regional, Sua região

Governo do Estado repassa recursos para projetos sociais da região

Governo estadual repassa recursos para projetos sociais da região
Geraldo Alckmin e Orlando Morando, durante cerimônia para assinatura do termo de repasse. Foto: Omar Matsumoto/PMSBC

As prefeituras de São Bernardo e Diadema formalizaram nesta sexta-feira (23, no Palácio dos Bandeirantes, na Capital, a assinatura do termo de repasse de recursos ao Fundo Municipal de Assistência Social, provenientes do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS). Ao todo, o governo do Estado destinou R$ 105 milhões para projetos e entidades sociais de 102 cidades de São Paulo.

Em São Bernardo, que contará com R$ 2,39 milhões, a verba vai contemplar 18 entidades assistenciais do município, que atendem idosos e crianças em situação de vulnerabilidade social, como Casa dos Velhinhos Dona Adelaide, Lar Escola Pequeno Leão; Associação São Luiz, Fraterno Associação Assistencial, Comunidade de Amparo Social Asilar, entre outros, além da Fundação Criança de São Bernardo.

“Este recurso será valioso para desenvolvimentos de projetos que ajudam a melhorar a vida de quem precisa na nossa cidade. Temos entidades que desenvolvem trabalhos excepcionais e que mudam a vida das pessoas assistidas. Por isso, desde o ano passado, ampliamos significativamente o repasse feito às entidades conveniadas que atendem tanto crianças como idosos”, destacou o prefeito Orlando Morando (PSDB), após a cerimônia.

No ano passado, a administração municipal dobrou o recurso aportado às entidades de acolhimento de crianças Associação Beneficente Cantinho Meimei, Associação São Luiz e Lar Escola Pequeno Leão, além de aumentar o valor encaminhado dos cofres públicos às instituições que atendem idosos: Casa dos Velhinhos Dona Adelaide, Casa São Vicente de Paulo e Comunidade de Amparo Asilar (Casa).

“Agradeço os prefeitos e as entidades parceiras, que fazem um trabalho maravilhoso, fazendo chegar este recurso a quem precisa”, destacou o Alckmin. Na ocasião, o secretário de Desenvolvimento Social do Estado, Floriano Pesaro, lembrou que São Paulo é um dos poucos estados que realizam esta transferência de Fundo para Fundo.
Além do financiamento de projetos sociais, parte dos valores aportados também pode ser aplicada em Recursos Humanos dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) de cada município.

Diadema

A Prefeitura de Diadema vai receber R$ 1,72 milhão, que será aplicado nos serviços cofinanciados de acolhimento de crianças, adolescentes, idosos e também em equipamentos que atendem moradores em situação de rua, pessoas com deficiência e em situação de violência.

“Diadema é uma cidade com vulnerabilidade social muito alta, então o recurso será bem-vindo e bem empregado nos serviços da cidade para oferecer o melhor para a população”, afirmou o prefeito em exercício, Márcio da Farmácia, após cermônia em São Paulo.

“Este recurso vai auxiliar na ampliação, manutenção e custeio dos serviços realizados nos Centros de Referências de Assistência Social (CRAS) e no Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) da cidade”, destacou a secretária de Assistência Social e Cidadania, Caroline Rocha.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*