Últimas Notícias

Governo de SP vai promover ações sociais na Villa de Natal

O Governo de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (18) a participação do Fundo Social de São Paulo (FUSSP) na Villa de Natal, evento que acontecerá durante dezembro e janeiro no Parque Villa-Lobos, na Capital.

O FUSSP promoverá ações de inclusão social, com oferta de capacitação e oportunidade de trabalho para 150 jovens em situação de vulnerabilidade social, espaço para comercialização de produtos confeccionados por pequenos artesãos e arrecadação de doações que serão destinadas a famílias de comunidades carentes. A expectativa é que o evento receba 150 mil visitantes e arrecade 15 mil brinquedos e 10 toneladas de alimentos.

“Com a retomada gra­dual dos eventos, reacende a esperança de um Natal alegre, solidário e de muita união. O Fundo Social de São Paulo participará deste evento levando oportunidade e inclusão social a comunidades carentes”, disse Bia Doria, presidente de Honra do FUSSP e primeira-dama do Estado.

A Villa de Natal ficará localizada no mirante do Parque Villa Lobos, dentro de uma área de cerca de 22 mil metros quadrados. O FUSSP, além de receber, manusear e distribuir brinquedos e alimentos arrecadados no evento, vai promover um programa de capacitação para 150 jovens das comunidades parceiras do projeto para trabalho dentro do festival. Também faz parte das ações do Fundo uma apresentação de artistas de rua e artistas de comunidades parceiras do projeto.

“Vamos chamar artesãos para representar a cultura do estado de SP e coletar brinquedos para levá-los a uma oficina de brinquedos, onde serão reformados e doados. De todos os ingressos para a Villa de Natal, 10% serão destinados às crianças de comunidades carentes”, afirmou Fernando Chucre, presidente do FUSSP.

O Fundo Social de São Paulo terá um espaço de 40 metros quadrados, dentro do evento, para a realização de suas ações. Além de dar oportunidade para artesãos e pequenos comerciantes na feira natalina, a entidade disponibilizará um ônibus do Papai Noel, que fará o translado uma vez por semana, durante três horas do festival, para visitação de 1 mil beneficiados por dia (criança + responsável, previamente cadastrados por seus líderes e entidades comunitárias).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*