Editorias, Notícias, Veículos

GM Brasil já conta com 11% de energia proveniente de fontes renováveis

GM Brasil já conta com 11% de energia proveniente de fontes renováveis
A fábrica de São Caetano conta com um sistema solar de aquecimento. Foto: Divulgação/GM Mercosul

A General Motors reafirmou seu compromisso de utilizar somente fontes de energia renováveis em seu processo produtivo até 2050. Segundo relatório de sustentabilidade global divulgado recentemente (www.gmsustainability.com), a empresa está no caminho certo ao atingir 20% em 2018.

“Um importante passo anterior à adoção de fontes renováveis de energia são as medidas adotadas com vistas à eficiência energética e consequente redução do consumo. Esse é um trabalho contínuo dos nossos times e, se olharmos os últimos 15 anos, nossa redução de consumo de energia por veículo produzido atingiu 57%”, comentou Glaucia Roveri, gerente de Energia e Utilidades da GM América do Sul.

A GM recebeu neste ano, pela oitava vez consecutiva, o prêmio Energy Star Partner of the Year Sustained Excellence pela sua excelência contínua na gestão da energia. O reconhecimento é concedido pela agência de proteção ambiental dos EUA. O compromisso da companhia em reduzir o consumo de energia desde 2010 eliminou 1,5 milhão de toneladas de emissões de carbono, o equivalente ao uso elétrico de 260 mil residências por um ano.

No Brasil, das sete unidades da GM, três são certificadas pela Energy Star. A montadora já conta, no país, com 11% de energia proveniente de fontes renováveis.

Para chegar a percentuais expressivos de redução, muitas ações estão sendo realizadas. Um exemplo é a própria iluminação das áreas no Brasil. Ao modernizar o parque de iluminação das unidades de São Caetano, Mogi das Cruzes e Gravataí (RS) com o uso do LED, a empresa gerou economia de 60% no consumo de energia destinada à iluminação.

ENERGIA SOLAR

Entre as fontes renováveis utilizadas pela GM no Brasil está a solar. A fábrica de São Caetano conta com sistema solar de aquecimento. São 560 m² instalados no telhado do complexo para fornecer água quente aos chuveiros do vestiário da fábrica, o equivalente ao consumo diário de 900 casas.

O sistema conta com 280 placas solares e sistemas de bomba de calor, com capacidade para abastecer 300 chuveiros, eliminando a necessidade de uso de vapor e evitando o consumo de gás natural.

A fábrica de Joinville (SC), inaugurada em 2013, foi a primeira da indústria automotiva a contar com sistema de geração de energia solar fotovoltaica. A energia gerada pelo sistema abastece a área produtiva e escritórios, evitando emissões de 10,5 toneladas de CO2 – o equivalente à energia consumida por 220 casas no Brasil anualmente. A energia solar também é utilizada para aquecer 15 mil litros de água por dia, reduzindo os custos de gás natural e evitando 17,6 toneladas de emissões de CO2 por ano.

BOLT

Não é somente por redução de consumo e troca de matriz energética das instalações que a GM está buscando um futuro com zero emissão. Parte muito importante da estratégia da empresa para atingir esse objetivo é a eletrificação da frota que já é uma realidade com o Bolt EV, carro 100% elétrico mais premiado do mundo e que começará a ser vendido no Brasil ainda em 2019.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*