Esportes, Futebol

Gabriel Jesus se despede, mas diz que voltará

Jesus: “Falo para (os torcedores) não se esquecerem de mim, porque não me esquecerei deles”. Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

O atacante Gabriel Jesus confirmou ontem (7) que não vai participar da última rodada no Campeonato Brasileiro no domingo (11), quando o Palmeiras pegará o Vitória, mas deixou a impressão, em meio a agradecimentos, de que sua despedida do time paulista se trata apenas de “até logo”.

“Eu até gostaria de ir a Salvador. Não falta vontade, mas foi tudo conversado e planejado com a comissão técnica. É o momento de eu descansar e ter férias”, afirmou Jesus.

“No futuro, quando voltar ao Brasil, (o Allianz Parque) será um palco em que vou querer jogar”, enfatizou o jogador de 19 anos. “Deixo meus agradecimentos (aos torcedores) pelo que fizeram por mim. Cada grito, incentivo, elogio e crítica também. Falo para não se esquecerem de mim porque não me esquecerei deles.”

Profissional desde 2015 e hoje titular da seleção brasileira com Tite, Jesus ainda fez questão de agradecer a todos que, de alguma forma, puderam contribuir para sua rápida ascensão no futebol.

“É um clube que me abriu as portas e me deu oportunidade de mostrar meu futebol, de ajudá-lo, assim como me ajudou. A lembrança do Palmeiras é eterna. Toda vez que pisar em São Paulo, eu vou vir ao Palmeiras”, disse o atleta, que ganhou a carteirinha número 33 do programa de sócio-torcedor Avanti, em alusão à camisa que usava.

Dura

Na semana passada, Jesus foi à Inglaterra para fazer exames médicos no Manchester City e falou sobre a experiência. “Estava muito frio lá. Vou ter de jogar todas as minhas roupas fora”, brincou, antes de falar sobre seu futuro técnico, Pep Guardiola. “É uma excelente pessoa. Ele me passou planejamento e me deu uma dura, dizendo que não posso tomar Coca-Cola. Nem gosto mesmo”, encerrou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*