Esportes, Futebol

Gabriel Jesus recebe novos elogios de Guardiola

Leandro Pereira e Gabriel Jesus, durante treino no CT: últimos dias da joia alviverde. Foto: Newton Menezes/Futura Press/Folhapress

Enquanto os palmeirenses desfrutam neste ano os últimos momentos com Gabriel Jesus, o atacante é aguardado ansiosamente no Manchester City – sobretudo, pelo técnico Pep Guardiola, que será seu novo treinador a partir de janeiro, quando o atleta se apresentará ao clube.

Ontem (25), o comandante espanhol voltou a elogiar o futebol do brasileiro. O técnico do City comemorou a contratação da revelação e disse que vai ajudá-lo na adaptação.

“O clube o comprou e foi uma ótima decisão porque, aos 19 anos, Jesus já é o camisa 9 da seleção brasileira. Isso significa muito. Ficamos muito felizes, porque vai nos ajudar não só nesta temporada, mas no futuro também”, disse Guardiola, que foi determinante na contratação do camisa 33 ao ligar para o jogador a fim de convencê-lo a atuar no City, enquanto Barcelona, Real Madrid e outros grandes europeus o desejavam.

“Quero ajudá-lo a evoluir, estou aqui para isto. O clube também tem o Fernandinho e o Fernando, outros brasileiros do elenco do City, que facilitarão na adaptação dele. Estamos ansiosos para tê-lo conosco”, completou o espanhol.

Talvez seja olhando a invencibilidade alviverde no Campeonato Brasileiro – 15 jogos sem perder (dez vitórias e cinco empates) – que Guardiola almeje tanto estar com Jesus. Afinal, o técnico vive momento incomum na carreira: não vence um jogo há um mês, período com três empates e duas derrotas.

Craque do time

Quem também elogiou o jovem atacante foi Moisés, que comemora a volta do companheiro ao time, após o centroavante cumprir suspensão por acúmulo de cartões amarelos no triunfo sobre do Sport.

“O adversário tem uma preocupação a mais. É o craque do nosso time, luta, se entrega”, afirmou o meia.

“Logo que foi anunciada a venda (ao City), questionaram o Jesus sobre se teria foco, mas é um atleta que quer atuar todos os jogos. Dizem que joga bem na seleção e mal aqui. As pessoas deveriam elogiar a forma como vem trabalhando”, disse.

“O Gabriel poderia muito bem falar que está cansado, mas quer jogar 90 minutos. Temos de enaltecer o trabalho desse menino, que merece ser coroado com o título, assim como todos nós”, completou Moisés.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*