Editorias, Mundo, Notícias

Furacão Matthew causa inundações e mata três pessoas na Flórida

Mattthew provocou danos mais moderados nos EUA. Foto: Reprodução BBC

Depois de deixar ao menos 842 mortos no Haiti, o furacão Matthew fez danos mais moderados no primeiro dia em solo americano. Na Flórida, autoridades contaram ao menos três vítimas do pior furacão da temporada de tempestades no Atlântico em quase uma década: um homem de 82 anos; uma mulher na casa dos 60, atingida por uma árvore; e outra mulher de 58, que sofreu um ataque cardíaco e não pôde ser socorrida.

O presidente Barack Obama alertou que o perigo “está longe do fim” e lembrou do furacão mais feroz de 2012. “Muitos de vocês se lembram do Sandy. Inicialmente, as pessoas acharam que não parecia tão ruim. Então vieram tempestades colossais.”

Devido ao furacão, Obama declarou emergência em três Estados: Flórida, Carolina do Sul e Carolina do Norte. O furacão Matthew deve chegar à costa da Carolina do Sul hoje (8).

Matthew desceu da força quatro a três e depois a dois ao chegar nos EUA, em uma escala cujo ápice é cinco. Ainda assusta. Vídeos da costa da Flórida mostravam janelas desabando até se estilhaçar no térreo, e ruas da cidade de St. Augustine, uma das mais antigas dos EUA (de 1565), como se fossem rios de correnteza forte. Da varanda de um hotel, com água nos pés, um jovem fazia tchauzinho para as câmeras.

Um dos desafios para autoridades é justamente os que ignoram o pedido do governador da Flórida para que 1,5 milhão de residentes deixassem as áreas de risco. A prefeita de St. Augustine, Nancy Shaver, fez um apelo: “Isso não é aventura para escoteiros. As pessoas precisam ir embora”, destacou.

Sem energia

Mais de um milhão ficaram sem energia na costa leste. “Vai piorar muito antes de melhorar”, afirmou o diretor do Centro Nacional de Furacões, Rick Knabb. A cidade de Jacksonville, no nordeste do Estado da Flórida, pode enfrentar sérias inundações, afirmou o governador Rick Scott.

Companhias aéreas cancelaram mais de 1.500 voos no período, segundo o site Flight Aware. Todos os parques de diversão de Orlando ficaram fechados nesta sexta.

Muitos, contudo, respiraram aliviados. “Pensei que ia passar a noite tal qual a vaca de ‘Twister’”, relatou a paulista Marina Saad, lembrando do animal levado por um tornado no filme de 1996. Porém, Miami, onde mora, foi poupada por Matthew. “Parece que resolveu ligar o (app) Waze e pegou rota alternativa. Agora só preciso consumir as 32 latas de comida pronta que estoquei.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*