Minha Cidade, Regional, Sua região

Fundação ABC dá nova posse a sua direção

Posse da presidência da Fundação ABC. Foto: Divulgação

A Fundação ABC (FUABC), instituição parceira das prefeituras de Santo André, São Bernardo e São Caetano na gestão e assistência em Saúde dos municípios, deu posse na noite desta quinta-feira (9) para a nova Presidência da entidade para o mandato até dezembro de 2017. A médica proctologista e gastroenterologista,  Maria Bernadette Zambotto Vianna, para o cargo de presidente, e o médico e artista plástico, Wagner Shiguenobu Kuroiwa, vice, foram oficializados durante cerimônia no anfiteatro do campus universitário da Faculdade de Medicina da Fundação do ABC, em Santo André.

O ato foi prestigiado pelos chefes do Executivo Orlando Morando, de São Bernardo, Paulo Serra, Santo André, José Auricchio Júnior, secretário estadual de Saúde, Davi Uip, além de outras autoridades da região.

Caracterizada como pessoa jurídica de direito privado, qualificada como Organização Social de Saúde, a FUABC conta com 23 mil funcionários diretos atuando no ABC, Mauá, Franco da Rocha, Caieiras, Guarulhos, Francisco Morato, Osasco, São Paulo, Mogi das Cruzes, Praia Grande, Santos e Guarujá. Presta atendimento à população a partir de convênios e contratos de gestão com o Governo do Estado e prefeituras. Com o passar dos anos, a FUABC se tornou parceira estratégica de prefeituras e do Governo do Estado na gestão e assistência em saúde. Hoje administra 18 hospitais, a Faculdade de Medicina do ABC e a Central de Convênios, que cuida de mais de 40 planos de trabalho específicos.

“Tenho orgulho de saber que a Fundação é um patrimônio da nossa região. Ela não pode perder a sua característica e princípio, que é de buscar a pesquisa e aprimoramento. O crescimento que alcançou nos últimos anos é para ser comemorado por um lado, mas se registrar a preocupação por outro ponto, que é o de evocar seu verdadeiro papel.  Um time bom (nova direação) e que sabe lidar com responsabilidade e atua com dedicação para uma gestão transformadora para os equipamentos de Saúde”, discursou Morando.

Professor na Fundação, Davi Uip corroborou com a fala do prefeito de São Bernardo, sob o aspecto do crescimento da entidade. No entanto, aprovou as mudanças e colocou o Estado à disposição para fortalecimento da parceria. “O momento em que o País passa se exige uma preocupação maior nas gestões. Com um orçamento de R$ 2 bilhões (R$ 2,3 bilhões), a Fundação exige uma gestão responsável. Vejo uma mesa aqui hoje formada por amigos e pessoas capacitadas. O governo do Estado se coloca à disposição”, pontuou.

“Vamos fazer uma ampla revisão de processos, análise de projetos e parcerias.Verificar o escopo de todos os contratos e cortar gordura”, comentou a nova presidente, Maria Bernadette Zambotto Vianna.

“Estou muito honrado em exercer e toda essa confiança depositada traz muita responsabilidade para exercer o trabalho”, considerou Wagner Kurowiva.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*