Política-ABC, São Caetano do Sul, Sua região

FUABC paga salários e sindicato afasta risco de greve na Saúde

Funcionários vinculados à fundação atuam no Complexo Hospitalar Maria Braido. Foto: Divulgação/PMSCS

Com quase uma semana de atraso, a Fundação do ABC (FUABC) depositou ontem (12) o salário de dezembro dos mais de 600 funcionários da Saúde que atuam no Complexo Hospitalar Municipal Maria Braido, em São Caetano. O pagamento foi feito após acordo firmado na última quarta-feira entre a organização de saúde e prefeitura. Diante da transferência dos valores, o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Privados de Saúde do ABC (SindSaúde) cancelou a assembleia convocada para aprovação de aviso de greve da categoria.

A entidade sindical, porém, afirma que, “posteriormente”, cobrará os encargos pelo atraso dos vencimentos. Procuradas, a Fundação do ABC e a Prefeitura de São Caetano não informaram os termos do acordo ou o valor do repasse para viabilização dos depósitos, antes previstos para a próxima segunda-feira.

No início da semana, o prefeito José Auricchio Junior (PSDB) havia afirmado que a pendência com a categoria estava sendo tratada como “prioridade” pelo governo, mas sustentou não haver recursos em caixa pa­ra honrar os pagamentos.

Em dezembro passado, o ex-prefeito de Santo André Carlos Grana (PT) enfrentou problema semelhante devido ao atraso no repasse para pagamento do 13º salário dos funcionários vinculados à FUABC. Na cidade, os trabalhadores chegaram a decretar greve, que perdurou por quase 20 dias, prejudicando os serviços na cidade. Cerca de 35% dos profissionais da saúde pública de Santo André são contratados pela fundação.

O impasse só foi resolvido com a transferência de cerca de R$ 4,8 milhões à organização social para pagamento de duas parcelas em atraso do bônus. Na oportunidade, Grana havia assegurado reserva de recursos para pagamento dos salários de dezembro dos funcionários indiretos da Saúde, depositados em janeiro.

Pendências

Porém, de acordo com o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), ainda há pendências com a organização de saúde deixada pela gestão anterior, como o 13º salário dos médicos. Uma nova proposta de pagamento deverá ser feita à categoria na próxima sexta-feira.

O atraso no pagamento dos vencimentos e do 13º dos médicos contratados pela FUABC também resultou em greve da categoria no último mês de gestão do ex-prefeito de Mauá Donisete Braga (PT).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*