Copa do mundo, Esportes

Fred frustra previsão de Tite para recuperação

Fred frustra previsão de Tite para recuperação
Fred tem feito trabalhos isolados em um campo anexo. Foto: Pedro Martins/MoWA Press

Fred tem se esforçado ao máximo para voltar a ser opção de Tite na seleção brasileira. O tratamento tem sido intenso, com direito a sessões tarde da noite, mas ainda assim o volante não atingiu o nível de recuperação suficiente para cumprir a projeção do treinador, que previa o volante de volta aos trabalhos com bola ainda nesta semana.

É improvável que Fred esteja à disposição para a estreia do Brasil na Copa do Mundo, às 15h (de Brasília) de domingo (17), contra a Suíça. O atleta pode até viajar para Rostov com o grupo na noite de amanhã e sentar no banco, mas não entrará em campo.

O agora jogador do Manchester United é o que mais frequenta o departamento médico, improvisado em uma suíte presidencial do resort que hospeda a delegação em Sochi, na Rússia. Na última quarta-feira, inclusive, passou à noite por tratamento nas macas do local.

Fred já completou sete dias sem treinar com o grupo e em alguns momentos ainda apresenta dificuldade para andar. Nos últimos dois dias, depois de fazer trabalho isolado em um campo anexo, recorreu a uma proteção no tornozelo direito, região que recebeu a pancada de Casemiro durante treino em Londres, no dia 7.

Seu corte, no entanto, está descartado. Tite adota a rara estratégia de gerir as lesões a longo prazo em uma Copa do Mundo, mesmo com a competição sendo disputada em apenas 32 dias. Se mudasse de ideia, o comandante teria de tomar essa decisão até 24 horas antes da estreia, como prevê o regulamento da Fifa.

O detalhe é que a filosofia de manter jogadores em recuperação precisa ser aplicada a dois atletas que brigam por espaços semelhantes em campo. Assim como Fred, Renato Augusto também chegou a correr risco de ser cortado por causa de uma inflamação no joelho. Com isso, para o setor, Fernandinho é o único reserva com 100% das condições de jogo.

Para a partida contra a Suí­ça, esses problemas do departamento médico não devem afetar Tite. O comandante já mostrou esta semana que escalará a equipe no 4-1-4-1, com o “quarteto ofensivo” formado por Willian, Neymar, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus. Casemiro e Paulinho completam o meio-campo.

 

Gabriel Jesus diz que amigo não sabia da proibição de filmar

O atacante Gabriel Jesus, 21 anos, afirmou que seus amigos não sabiam da proibição de filmar o treino de quarta-feira (13), em Sochi.

Amigo do camisa 9, Higor Braga publicou em uma rede social vídeo com partes do treino. A atividade só teve 20 minutos abertos à imprensa, que precisou deixar o local após o período. A presença de amigos e familiares dos atletas, por sua vez, estava liberada durante toda a atividade.

“Ainda bem que acertei a cabeçada. Imagine se tivesse errado… Sou novo, não sou tão experiente. Meu amigo também não é, nem minha família. Ainda bem que colocou só a cabeçada, nada tático. Aí eu levaria bronca”, disse Jesus, durante entrevista concedida ontem.

Apagados minutos depois, os vídeos mostravam gols do jogador, um deles de cabeça. Enquanto o convidado de Jesus filmava, três funcionários de uma empresa de segurança contratada pela Fifa vigiavam o local, para impedir que drones registrassem a atividade.

 

Pela segunda vez na semana, Tite testa formação com quarteto ofensivo

Pela segunda vez na semana, o técnico Tite usou a formação com o quarteto ofensivo composto de Coutinho, Neymar, Willian e Gabriel Jesus.

O time foi testado durante a atividade de ontem (14), em Sochi, base de treinos da seleção brasileira na Copa.

A escalação é a mesma que iniciou o treino de quarta-feira e o amistoso diante da Áustria, no domingo.

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*