Copa do Brasil, Esportes, Futebol

Flamengo perde por 4 a 2, mas elimina o Santos na Vila Belmito

O Flamengo perdeu o jogo para o Santos por 4 a 2 ontem (26), na Vila Belmiro, mas se classificou à semifinal da Copa do Brasil. Como venceu a partida de ida por 2 a 0 no mês passado, na Ilha do Urubu, o time carioca avançou por ter feito mais gols fora de casa.

O duelo entre Santos e Flamengo foi cercado de polêmica, principalmente por uma confusão causada pela arbitragem. Leandro Vuaden marcou pênalti para a equipe santista em cima de Bruno Henrique, quando o duelo estava empatado por um gol, mas recuou após conversa com o quarto árbitro.

A partida também teve um gol anulado do Flamengo e discussões entre Guerrero e os defensores do Santos.

Classificado, o Flamengo fará na semifinal o clássico carioca contra o Botafogo, que despachou o Atlético-MG.

Mesmo com ampla vantagem no duelo, o Flamengo foi para cima do Santos no começo do jogo e abriu o placar aos 9 minutos. Após lançamento de Diego, Berrío aproveitou um buraco no lado esquerdo da defesa e tocou na saída de Vanderlei.

O empate santista saiu aos 33. Bruno Henrique foi lançado na esquerda, deu um corte para o lado e, de fora da área, emendou belo chute no ângulo esquerdo.

Na etapa final, Guerrero recolocou o Flamengo em vantagem ao marcar a 1 minuto, mas o Santos conseguiu a virada com gols de Copete e Victor Ferraz antes dos dez.

A Vila Belmiro se “incendiou”, já que o Santos precisava de mais dois gols para se classificar. Porém, o time paulista pouco produziu para assustar a defesa do Flamengo. No fim ainda conseguiu mais um gol, feito por Copete, de cabeça.

 

SANTOS 4 X 2 FLAMENGO

Gols: Berrío, aos nove, e Bruno Henrique, aos 33 do 1º tempo. Guerrero, a um; Copete, aos oito; Victor Ferraz, aos nove, e Copete, aos 48 da 2ª etapa. Ár­bi­tro: Leandro Pedro Vuaden (RS). Estádio: da Vila Belmiro, em Santos, ontem à noite.

SANTOS 

Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo, Jean Mota; Yuri (Rafael Longuine), Vecchio (Léo Cittadini), Lucas Lima; Bruno Henrique, Copete, Ricardo Oliveira (Hernández). Técnico: Levir Culpi.

FLAMENGO

Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz, Trauco; Márcio Araújo, Arão (Cuéllar), Diego; Berrío (Rodinei), Everton (Gabriel), Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*