Economia, Notícias

Financiamentos da Desenvolve SP no ABC cresceram 477% no ano passado

Financiamentos da Desenvolve SP no ABC cresceram 477% no ano passado
Santos: “Empresários do ABC estão se preparando para voltar a crescer”. Foto: Divulgação/Desenvolve SP

A Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP) desembolsou R$ 9,4 milhões em financiamentos para pequenas e médias empresas do ABC em 2017. O montante é 477% superior ao valor concedido no ano anterior (R$ 1,6 milhão).
Os números foram divulgados ontem (26) pela agência de fomento do governo do Estado a pedido da reportagem do Diário Regional.

A indústria foi a principal tomadora de empréstimos no ano passado, com mais de R$ 7 milhões requisitados, contra R$ 90 mil em 2016. Os setores de serviços e comércio tomaram R$ 2,4 milhões, com crescimento de 52% na mesma comparação.

Em relação ao destino dos investimentos, quase a totalidade dos empréstimos (97%) financiou operações de capital de giro, fundamentais para os pequenos negócios manterem operações du­­rante a crise, pois bancam reposição de estoques, compra de matéria-prima e outras despesas operacionais.

Outros 3% atenderam demandas de longo prazo, como projetos de ampliação e modernização, aquisição de máquinas e equipamentos e obras de infraestrutura.
A agência atribuiu o resultado à recuperação da economia e ao barateamento do crédito, que estimularam as empresas a voltar a investir.

“O poder de investimento das empresas foi afetado drasticamente pela crise econômica nos últimos anos. Em 2017, no entanto, acompanhamos a retomada gradual dos negócios no Estado. No ABC, o grande volume de operações de capital de giro indica que os empresários estão se preparando para voltar a crescer”, disse Milton Luiz de Melo Santos, economista e presidente da Desenvolve SP.

“Com as quedas sucessivas da taxa básica de juros, o crédito mais barato e o recuo significativo da inflação, as empresas voltaram a investir”, prosseguiu.
No corte por municípios, Diadema foi o que mais tomou empréstimos, com quase R$ 5 milhões, seguido por São Bernardo (R$ 3,4 milhões) e Santo André (R$ 694 mil).

Estado

No Estado de São Paulo, a instituição financiou 25% mais no ano passado, registrando R$ 352,7 milhões em desembolsos. Todos as atividades tiveram alta em 2017, com destaque para a indústria, responsável por quase metade do valor financiado.
Ainda segundo o balanço, o número de empresas que buscaram a Desenvolve SP mais que dobrou, passando de 250 em 2016 para 543 no ano passado. A agência oferece mais de 20 linhas de crédito, com juros a partir de zero, carência de até dois anos e prazo de até dez anos para pagar.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*