Diadema, Política-ABC, Sua região

Filippi sanciona reajuste de bolsa auxílio do Programa Nosso Bairro Melhor

Integrantes do programa passam a receber R$ 706. Foto: Divulgação/PMD
Integrantes do programa passam a receber R$ 706. Foto: Divulgação/PMD

O prefeito de Diadema, José de Filippi Jr (PT), sancionou a lei que prevê reajuste de 28,3% na bolsa auxílio mensal de 600 contratados do Programa Nosso Bairro Melhor. Com isso, o benefício passa de R$ 550,00 para R$ 706,00.

Agora, o novo valor da bolsa auxílio mensal dos integrantes do Nosso Bairro Melhor corresponderá a 58,25% do salário mínimo. A nova lei foi publicada na edição do Diário Oficial Eletrônico de Diadema.
Na fundamentação do projeto, o Executivo ressaltou que o reajuste do bolsa auxílio tem como objetivo recuperar o poder de compra dos integrantes do programa, diante da alta da inflação de 11,3% nos últimos 12 meses, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Ao todo, a medida vai beneficiar 300 homens e 300 mulheres contratados pelo Programa Nosso Bairro Melhor. A carga horária dos bolsistas compreende serviços gerais de zeladoria nos próprios bairros e curso de cidadania e capacitação profissional.
Para o secretário municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos, Wagner Feitoza, o Vaguinho, o  Nosso Bairro Melhor também tem uma função social e segue bem avaliado e querido pelos moradores. “Esse programa tem a marca do Governo Filippi, por isso faz a diferença nas ruas da cidade e na vida das pessoas”, destacou.
Bairros melhores

Lançado oficialmente no final de 2021, o Programa Nosso Bairro Melhor visa a zeladoria e conservação da cidade com serviços de carpinagem, pintura de guias e identificação de pontos viciados em descartes irregulares de entulho.  A coordenação geral desse trabalho cabe à Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Urbanos de Diadema.

Os bolsistas estão divididos em 12 equipes: Taboão, Campanário, Paineiras, Canhema, Centro, Conceição, Piraporinha, Nogueira, Casa Grande, Serraria, Inamar e Eldorado. O tempo de contração é de um ano, podendo ser prorrogado por mais um ano.

Curso

Durante esse período é obrigatório frequentar o curso “Auxiliar de Conservação e Preservação Ambiental”, oferecido com o apoio da Fundação Florestan Fernandes. A aula inaugural ocorreu em abril no Teatro Clara Nunes. Para tanto, a Prefeitura convidou a professora Sônia Kruppa (USP), especialista em Educação e que integrou a equipe do notável educador Paulo Freire.

Com isso, a semana dos trabalhadores será de quatro dias de trabalho e um de estudos visando desenvolver habilidades básicas do mundo do trabalho referentes ao meio ambiente. Todos os alunos receberão certificados.

Enfim, o Programa Nosso Bairro Melhor tem como objetivo que o bolsista seja reintegrado ao mercado de trabalho e para isso atua de modo articulado com as demais secretarias municipais de Obras, Transportes, Saúde, Educação, Desenvolvimento Econômico e Trabalho, entre outras.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*