Esportes, Futebol

Federação lamenta morte de jovem atleta do Água Santa após mal súbito

A Federação Paulista de Fu­tebol (FPF) lamentou a morte do atleta Renan Henrique Santos, de 16 anos, na última quinta-feira (7). Integrante da equipe sub-17 do Água Santa, Renan teve mal súbito durante treinamento no campo do Piraporinha.

“A FPF se solidariza com os familiares e amigos do jovem atleta, e decreta luto oficial por três dias”, afirmou a entidade, em nota. O enterro estava programado para ontem.

Segundo o clube, o atleta atuava pelo Água Santa desde março de 2018, treinando de segunda a sexta-feira no Piraporinha, com o acompa­nhamento de profissionais. “Todos os exames e o histórico clínico atestavam que Renan estava apto para a prática esportiva”, diz o clube.

Renan chegou a ser enca­minhado para o Hospital Municipal de Diadema. Foram fei­tas tentativas de reanimação, mas o jovem não resistiu.

Exame do Instituto Médico Legal (IML) indica que Re­nan sofreu um infarto – o laudo deve ser concluído em 90 dias. O inquérito será instaurado pelo 4º Distrito Policial e vai apurar, entre outras possibilidades, se houve negligência do clube.

A fatalidade ocorre 15 anos depois de um jogador do São Caetano, morrer em cir­cunstâncias semelhan­tes. O zagueiro Serginho teve mal súbito no dia 27 de outubro de 2004 durante partida do Azulão contra o São Paulo no Morumbi, pelo Campeonato Bra­sileiro.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*