Economia, Notícias

Faturamento nos restaurantes do ABC deve crescer 10% neste Dia das Mães

Faturamento nos restaurantes do ABC deve crescer 10% neste Dia das Mães
Restaurantes costumam oferecer cardápio e decoração especiais para a data. Foto: Raquel Toth/Sehal

Data mais importante do varejo no primeiro semestre, o Dia das Mães promete esquentar o movimento nos bares e restaurantes do ABC. A comemoração, no próximo dia 13, merece cardápio especial, tendo em vista a dedicação da maioria das mães à família e, especialmente, à cozinha.

Segundo o presidente do Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do ABC (Sehal), Roberto Mo­reira, o fa­turamento dos estabelecimentos na data deve crescer cerca de 10% neste ano na comparação com o mesmo dia do ano passado. Em relação a um fim de semana normal, o movimento chega até a dobrar.

“A tradição de reunir a família e comemorar o Dia das Mães com um almoço ou jantar está entre os programas preferidos dos consumidores. É um dos feriados com maior movimento e estamos otimistas neste ano”, afirmou Moreira.

Pesquisa de Intenção de Compras (PIC) realizada pela Universidade Metodista de São Paulo e divulgada na última quinta-feira revela que o Dia das Mães deve movimentar R$ 132 milhões nos sete municípios neste ano.

Para o dirigente, o ABC dispõe de excelentes restau­rantes, com variedade de cardápio para todos os paladares – desde o frango com polenta, tradicional em São Bernardo, passando por feijoada, churrasco, peixes, mas­sas, comidas japonesa e, árabe, entre outros. “Não devemos nada a qualquer localidade e com relação custo-benefício que compensa”, afirmou Moreira.

Como os restaurantes costumam ficar lotados na data, garantir a reserva é a melhor opção para não ter de permanecer horas na fila.
Os estabelecimentos, por sua vez, costumam oferecer cardápio e decoração especi­ais, além de música ao vivo.

Projeções

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de São Bernardo projeta aumento de 2% nas vendas do comércio do ABC relativas ao Dia das Mães. A entidade prevê a criação de 800 postos de trabalho temporários para a data.

“O aumento nas vendas neste primeiro trimestre foi brando, confirmando que a economia brasileira está se recuperando lentamente. Por isso, neste Dia das Mães, as vendas seguem moderadas. Os setores que podem se beneficiar, como em todos os anos, é o de restaurantes e lojas de chocolate, além de vestuário, floriculturas e perfumaria”, disse o presidente da Federação das Câmaras Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo, Mauricio Stainoff.

A Coop projeta elevar as vendas da data em 3%. A cooperativa aposta em ação promocional que inclui tabloides especiais com ofertas de produtos de várias categorias e condições diferenciadas de pagamento.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*