Brasileirão, Esportes

Ex-São Paulo, Régis é detido por ameaça e violação de domicílio

O lateral direito Régis foi detido pela Polícia Militar, em Brasília, por perturbação da tranquilidade, ameaça e viola­ção de domicílio. O jogador, que defendeu o São Paulo nesta temporada, assinou termo circunstanciado e acabou sendo liberado. No início deste mês, o atleta havia rescindido o contrato com o clube por causa de problemas pessoais.

Segundo o boletim policial, por volta das 10h30 de segunda-feira (15), a PM foi acionada devido a uma ocorrência em um edifício residencial localizado em Samambaia (DF). No local, os policiais encontraram o jogador – que, visivelmente transtornado e bastante nervoso, tentava invadir um apartamento a procura de sua vizi­nha, que havia deixado o local.

O jogador tinha vínculo com o clube até abril de 2019. Contratado em abril deste ano após se destacar pelo São Bento no Campeonato Paulista, Régis já ficou afastado do Morumbi entre junho e julho por pro­blemas pessoais. Desta vez, o clube considerou melhor tirá-lo do elenco, pois a inconstância do jogador no trabalho atrapa­lhava o dia a dia da equipe.

Os problemas particulares são considerados graves e o São Paulo prestou toda ajuda necessária durante o primeiro período de afastamento. O atleta voltou a treinar aos poucos, recuperou a forma física afetada pela parada e até conseguiu voltar a jogar em bom nível, inclusive sendo decisivo para o time buscar empate por 1 a 1 com o Fluminense no Morumbi, com um jogador a menos.

A diretoria não comenta qual é o problema enfrentado por Régis. Aos 29 anos, o lateral direito já passou por 17 clubes na carreira, que teve no São Paulo seu ápice.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*