Política-ABC, Regional

Ex-prefeito de São Bernardo, Maurício Soares morre aos 81 anos

Ex-prefeito de São Bernardo, Maurício Soares morre aos 81 anos
Foi como advogado do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo que Soares ganhou projeção política. Foto: Arquivo

Morreu na manhã deste domingo (28), aos 81 anos, o ex-prefeito de São Bernardo e ex-presidente do Consórcio Intermunicipal Maurício Soares. A causa da morte não foi informada.

Fundador do PT, Maurício foi suplente de senador de Fernando Henrique Cardoso no final dos anos 1970, mas foi como advogado do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo que ganhou projeção política, comandando o Paço de São Bernardo em três oportunidades.

Maurício elegeu-se prefeito de São Bernardo pela primeira vez em 1988, pelo PT. Voltou à prefeitura em 1997, depois de ser eleito no ano anterior, já pelo PSDB. Reelegeu-se em 2000 pelo PPS (atual Cidadania), mas pediu afastamento do cargo no início de 2003, por motivo de saúde – foi substituído pelo vice-prefeito Willian Dib (PSB).

Filiou-se ao PSB, mas rompeu em 2008 com Dib para apoiar a candidatura vitoriosa ao Paço de Luiz Marinho (PT), retornando ao Partido dos Trabalhadores em agosto do mesmo ano. Deixou o PT pela segunda vez em 2015, filiando-se posteriormente ao PHS (2016 a 2019) e ao Podemos.

Em decorrência da perda, o prefeito Orlando Morando (PSDB) decretou luto oficial no município por três dias. “(Soares) deixa saudades e importante legado, que será lembrado pelas próximas gerações. Nossos sentimentos à dona Laerte Soares e aos demais familiares”, disse.

O presidente do Consórcio Intermunicipal e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB),  manifestou profundo pesar e solidariedade aos amigos e familiares de Maurício Soares, que presidiu a entidade regional em 1998.

“Lamentamos profundamente o falecimento do ex-prefeito Maurício Soares. Expresso nossos sentimentos a todos os familiares e amigos que se despedem agora deste grande homem. Soares deixa legado como gestor público e como cidadão de São Bernardo”, afirmou Serra.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*