Editorias, Notícias, São Paulo

Estado mantém mais de 200 homens em operação de resgate na Baixada Santista

Estado mantém mais de 200 homens em operação de resgate na Baixada Santista
trabalhos envolvem resgate, salvamentos e identificação das vítimas.Foto: Glauber Beldini/Govesp

O governo de São Paulo mobiliza  210 homens na operação de buscas aos desaparecidos na Baixada Santista. As equipes formadas por policiais civis, militares, técnico-científicos, bombeiros e oficiais da Defesa Civil prestam apoio aos municípios de Guarujá, Santos e São Vicente, que foram fortemente impactados pelas chuvas da madrugada de terça-feira (3). Os trabalhos envolvem resgate, salvamentos e identificação das vítimas.

O balanço mais recente aponta um total de 19 óbitos e 29 pessoas desaparecidas. Os trabalhos do Corpo de Bombeiros e das Polícia Militar estão concentrados no Morro do Fontana (Santos), no Parque Prainha (São Vicente) e nos morros do Macaco, Cantagalo e Engenho (Guarujá), pontos de deslizamentos com relatos de familiares sobre desaparecimentos de vítimas. As ações na Vila Valença (São Vicente) e morros da Penha e do Tetéu (Santos) foram concluídos.

A Defesa Civil presta apoio nas buscas, com equipes in loco, e ainda realiza contínuo monitoramento por meio do Centro de Gerenciamento de Emergência da Defesa Civil, localizado na capital. O órgão também tem atuado diretamente no encaminhamento das 15,6 toneladas em itens de ajuda humanitária enviadas pelo Governo do Estado aos desabrigados da Baixada Santista.

A Polícia Civil, por meio da Superintendência da Polícia Técnico-Científica, realiza a perícia e identificação das vítimas. As ações são feitas pelo Instituto de Criminalística (IC) e o Instituto Médico Legal (IML), com apoio do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD). Até o momento, 15 corpos de vítimas foram liberados às famílias e outro está em processo de necropsia e identificação.

Desenvolvimento Social

Na tarde desta quarta-feira, a secretária de Secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Célia Parnes, estará no Guarujá e realizará uma reunião de secretariado com os nove municípios da Baixada Santista, com o objetivo de fornecer orientações sobre antecipação de benefícios e apoio às vítimas das chuvas. Além do encontro, a Secretária vai visitar um dos abrigos temporários da região e entregar 500 kits de higiene pessoal para as pessoas desalojadas.

um comentário

  1. Choveu mesmo muito na zona sul de São Paulo e baixada santista nesse dia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*