Editorias, Notícias, São Paulo

Estado de SP anuncia fase emergencial, com mais restrições e toque de recolher

O governador João Doria anunciou nesta quinta-feira (11) uma fase emergencial do Plano São Paulo a fim de conter o avanço expressivo nos casos de covid-19. A partir de segunda-feira (15) estão proibidos cultos e cerimônias religiosas, que estavam liberados como serviços essenciais, disputas de jogos de futebol e outros eventos esportivos. Será proibida, ainda, a frequência de parques e de praias.

Aulas presencias serão suspensas na rede estadual. As escolas ficarão abertas apenas para casos emergenciais como alimentação e distribuição de materiais. Haverá ainda toque de recolher  das 20h às 5h.

Estão permitidos os sistemas drive thru – entre as 5h e as 20h – e delivery – 24h. Lojas de material de construção e a  retirada nos estabelecimentos (take away) ficarão proibidos. Órgãos públicos e escritórios devem instituir home office (trabalho em casa).

Outra medida anunciada nesta quinta-feira pelo governo paulista é o escalonamento para uso do transporte público pelos trabalhadores de serviços considerados essenciais. A sugestão é que trabalhadores da indústria usem o transporte público das 5h às 7h da manhã. Os demais trabalhadores em serviços essenciais devem usar o transporte público das 7h às 9h e, os do comércio essencial, no período entre as 9h e as 11h.

As novas restrições valem até o dia 30.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*