Mulher, Serviços

Especial Dia das Mães: empreendedorismo é opção para mães solo

Vera Lucia diz que tem o “bichinho do empreendedorismo”. Foto: Arquivo pessoal
Vera Lucia diz que tem o “bichinho do empreendedorismo”. Foto: Arquivo pessoal

A maternidade traz diversos desafios às mulheres: conciliar carreira, os cuidados com a casa e a criação dos filhos, sem falar que muitas vezes são mães solo. Para dar conta de todas as frentes, muitas buscam no empreendedorismo a oportunidade de estar ao lado dos filhos e te sucesso profissional.

A baiana de Jequié – e hoje diademense – Vera Lucia Rocha é exemplo de que a mu­lher é capaz de criar os filhos sozinha e ainda conquistar seu espaço no mundo profissional. “Fui com 1 ano para o Paraná. Comecei a trabalhar muito cedo em casa de família. Com 15 anos vim para São Paulo e comecei a trabalhar como recepcionista em uma concessionária, onde passei para telefonista. Me casei e vim morar em Diadema em fevereiro de 1978. Permane­ci casada por 11 anos e nesse período tive filhos”, destacou.

Com a separação, em 1989, Vera começou a ter dificuldades para conseguir emprego, mesmo qualificada e formada em química. “Não conseguia a vaga por ser separada e com quatro filhos pequenos”, conta.

Vera destaca que procurou emprego por seis meses até conseguir uma vaga de vendedora de automóveis em uma concepcionária da General Motors (GM), onde foi premiada como a melhor vendedora. “Fui transferida para Santo André, São Bernardo, mas eu almejava algo maior. Montei meu primeiro escritório, o chamei de Auto Trio. Minha filha mais velha, Ana Luiza, foi comigo para ajudar”, destaca.

Apesar de ter uma pessoa cuidando dos filhos pequenos, a mãe Vera tinha preocupação gigante com a educação de seus filhos. “Não queria que aprendessem gírias, palavrões, coisas assim. Comecei a levá-los comigo. As crianças acordavam cedo, iam para o trabalho, à escola e de volta ao trabalho. Não foi fácil, mas meus filhos tiveram uma excelente educação, da qual te­nho muito orgulho.”

Vera conta que nessa épo­ca tinha muito contato com clientes grandes e surgiu a possibilidade de manter o trabalho tipo home office, para conciliar com o cuidado da casa e da família. “Então, resolvi levá-los para casa, o trabalho e os filhos. Nessa época também adotei mais uma menina. Raphaela veio integrar nossa família. Assim surgiu de uma edícula nos fundos da minha casa, o meu novo escritório. Com ajuda dos meus filhos em pequenos serviços, fomos crescendo. Se tornou mais econômico e mais confortável para todos”, afirma.

SONHO

Entretanto, Vera sonhava em ter uma loja, em ter um letreiro… Com a ajuda dos filhos e muito trabalho, conseguiu abrir na, Avenida Alda, região central de Diadema a concessionária 0Km.

“Em 2014, com meus fi­lhos já formados e seguindo suas carreiras, eu já não sentia mais prazer com as vendas de ônibus e veículos. Então, fiquei somente encarregada da Associação Comercial e Empresarial (ACE) da cidade por sete anos maravilhosos. Fui convidada para ser presidente da FASEP (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo)  na qual ainda estou na diretoria, hoje como conselheira.”

Porém, o “bichinho do empreendedorismo” apareceu novamente em Vera. “A vontade de dar emprego, de gerar renda sempre foi muito forte em mim. É o que me move. Comprei o projeto Candeia. A cada dia mais bonito, mais apaixonante. Hoje cozinho aqui como se estivesse co­zinhando para meus netos. Produtos frescos, sem industrializados, o que garante ain­da mais sabor à comida, atenta ao meio ambiente. Sigo apaixonada pelo trabalho, pela vida e pela família linda que formei – Ana Luiza, Sérgio Augusto, Aline Silva Kraus,  Paulo Henrique e Raphaela –  e seis netos lindos”, afirma.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*