Editorias, Educação, Notícias

Enem pode ser cancelado em 181 escolas ocupadas

Mendonça Filho: “espero que o bom senso prevaleça e as pessoas tenham a sensibilidade”. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Em coletiva de imprensa sobre a divulgação dos locais em que serão aplicadas as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016, o ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que ocupações em escolas podem comprometer a realização do exame para 95 mil dos mais de 8,6 milhões de inscritos. Segundo relatório do Ministério da Educação (MEC) estão ocupadas 181 escolas em 82 cidades de 11 Estados.

O ministro afirmou que as escolas devem ser desocupadas até o dia 31. Caso isso não ocorra, os inscritos nesses locais terão a prova cancelada. “Espero que o bom senso prevaleça e as pessoas tenham a sensibilidade”, disse Mendonça Filho.

Aos eventuais prejudicados, o MEC decidiu que vai aplicar a prova em data posterior à da realização oficial do exame, w5 e 6 de novembro. Por questão de logística, Mendonça Filho descartou a possibilidade de realocar esses inscritos em outras escolas.

O ministro disse ainda que a Advocacia Geral da União estuda providências jurídicas aos responsáveis pelas ocupações, que protestam sobretudo contra a reforma do ensino médio e a PEC 241. Se necessária a aplicação da prova em outra data, os custos de aproximadamente R$ 90 por prova poderão ser cobrados judicialmente de alunos e entidades que forem identificados como responsáveis pelas ocupações.

Cartão do candidato

O cartão de confirmação do local de prova, a exemplo do que ocorreu no ano passado, não será impresso. As informações estão disponíveis via aplicativo e site do Enem (enem.inep. gov.br/participante). O Inep também avisará a todos os inscritos via SMS e e-mail sobre a disponibilização das informações. A apresentação do cartão de confirmação no dia da prova não é obrigatória.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*