Economia, Notícias

Emprego formal no varejo da região cai 3,4% em 12 meses

O comércio varejista do ABC fechou 58 postos de trabalho com carteira assinada em julho, como resultado de 3.791 admissões e 3.849 desligamentos. Em 12 meses foram eliminados 3.872 empregos no setor – o que levou ao recuo, na comparação com julho de 2015, de 3,4% do estoque, pa­ra 109.594 trabalhadores.

As informações integram a Pesquisa de Emprego no Comércio Varejista da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (FecomercioSP), elaborada com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

Oito das nove atividades analisadas pela FecomercioSP tiveram variação negativa no estoque de empregados em julho ante o mesmo mês do ano passado. As maiores quedas foram vistas nos segmentos de lojas de vestuário, tecidos e calçados (-8,5%), concessionárias de veículos (-7,2%) e lojas de móveis e decoração (-7,1%). Apenas os supermercados tiveram crescimento de 0,1% na mesma base de comparação.

No Estado de São Paulo, segundo a FecomercioSP, o va­­rejo criou 401 empregos em julho, primeiro resultado mensal positivo em sete meses. Mesmo assim, o estoque de trabalhadores do setor segue 3,3% inferior ao do mesmo período do ano passado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*