Empregos

Emprega Diadema busca inovação no mercado de trabalho local

Novo formato agrada tanto os interessados em uma vaga quanto os empregadores, que não precisam passar pelo processo de seleção tradicional e abraçam novas oportunidades e visões no mercado de trabalho

Jenifer dos Santos, mostrou sua empolgação após finalizar a inscrição. "Há um mês me cadastrei no aplicativo e hoje estou aqui para uma vaga de vigilante. Foto: André Baldini/PMD
Jenifer dos Santos, mostrou sua empolgação após finalizar a inscrição. “Há um mês me cadastrei no aplicativo e hoje estou aqui para uma vaga de vigilante. Foto: André Baldini/PMD

O projeto Emprega Diadema estabelece uma ponte ágil entre os dois lados da contratação. As empresas selecionam currículos buscando candidatos com um determinado perfil. Depois, farão uma breve entrevista e irão pré-aprovar possíveis pretendentes para uma determinada quantidade de vagas, que varia entre as empresas inscritas.

Nesta quinta-feira, dia 1º de fevereiro, foi realizada a primeira atividade do mês em que contratantes e potenciais contratados se encontraram. Participaram as empresas Elite, Fluhydro, Visão Polímeros, Elis Atmosfera e Port Empresarial, que disponibilizaram 28 vagas de trabalho.

A candidata à vaga de serviço de limpeza, Jenifer dos Santos, mostrou sua empolgação após finalizar a inscrição. “Há um mês me cadastrei no aplicativo e hoje estou aqui para uma vaga de vigilante. Já escrevi meus dados, fiz a entrevista agora pouco e prometeram uma devolutiva até semana que vem”, relata esperançosa.

Para Sandro Régis, que veio da Paraíba a fim de buscar novas oportunidades, esse é o modelo ideal, pois o tempo da chamada foi menor do que costuma ser em outros processos seletivos. “Mandaram mensagem depois de uma semana que estava inscrito no aplicativo. É um bom projeto, dá oportunidade de emprego para quem está precisando e prometeram um retorno até o final de semana”.

Os recrutadores também ficaram felizes com a iniciativa, visto que agiliza o processo de seleção, o que significa ganho de tempo na contratação. “É uma iniciativa muito legal. A empresa tem mais acesso aos profissionais e a novas perspectivas dentro das áreas”, pontua Ivone Alves, representante do departamento de Recursos Humanos da Fluhidro.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Diadema, Fabio Nunes, pretende criar conexões entre a empresa e o setor produtivo. “A palavra ‘empregar’ é muito forte. É, basicamente, dar chances de se construir um novo horizonte, criar uma verdadeira conexão entre a Prefeitura e o setor trabalhista”, completa. “É uma grande articulação, porque se o candidato não é chamado, o contato fica no banco de dados e ele será contatado assim que possível”.

Print Friendly, PDF & Email

1 comentário

  1. Martha de Jesus

    ESTOU a procura de emprego.

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*