Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Empossado, Morando diz que população sentirá mudanças na cidade em 100 dias

Em um discurso de 22 minutos, Morando relembrou sua trajetória política e se emocionou ao falar da família. Foto: DivulgaçãoO prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), acredita que, em 100 dias, a população poderá sentir a mudança na administração municipal, por meio da melhoria dos serviços públicos. Para isso, o tucano aposta na implementação de um programa de zeladoria urbana, o Nova São Bernardo, nos primeiros dias de seu governo – iniciado neste domingo (1º) com sessão solene na Câmara, onde foi empossado.

“Garanto que, na zeladoria, a população vai perceber claramente nos 100 primeiros dias que a cidade tem novo prefeito e nova postura. Em outras áreas, como a merenda escolar, há necessidade de processo licitatório e contratação”, afirmou Morando, durante entrevista coletiva concedida após a sessão que lotou o plenário. O programa prevê a realização de serviços de limpeza, poda de árvores, sinalização, tapa-buraco, entre outros.

“O que me move como prefeito de São Bernardo é por em prática as mudanças de que a população precisa. Trata-se de uma cidade complexa, com problemas de todo tipo: obras paradas e outras investigadas na Justiça, a rede de Saúde precarizada. A partir de amanhã (segunda) esta responsabilidade passa a ser minha e, por isso, temos de dar solução para os problemas”, prosseguiu Morando.

O tucano pediu compreensão para medidas “indigestas, mas necessárias” que terá de tomar para o cumprimento de seu plano de governo. Entre as primeiras ações citou o corte de cargos comissionados e de carros oficiais, a renegociação de dívidas deixadas por seu antecessor, Luiz Marinho (PT), e a análise de contratos com organizações não governamentais (ONGs).

Morando destacou que a população da periferia terá preferência nas ações da nova administração, a despeito da promessa de austeridade fiscal, “porque usa UBS (Unidade Básica de Saúde), usa escola pública e transporte público”.  “Vamos cortar o desperdício e transformá-lo em eficiência”, destacou, citando a meta de gerar superávit de R$ 100 milhões no primeiro ano de governo.

O prefeito anunciou também a mudança no sistema de aquisição do material escolar. A ideia é dar um cartão no nome da mãe com crédito para que compre o uniforme e o material escolares. “Preferencialmente, as pessoas poderão adquiri-los no comércio da cidade, o que vai aquecer a economia local”, disse Morando, destacando que o objetivo é adotar o novo modelo ainda este ano.

Emocionado

Em um discurso de 22 minutos, Morando relembrou sua trajetória política e se emocionou ao falar da família. Após a sessão solene – durante a qual também foram empossados o vice-prefeito Marcelo Lima (SD) e os 28 vereadores –, Morando deu posse aos secretários em cerimônia realizada no Teatro Lauro Gomes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*