Diadema, Minha Cidade, Sua região

Em Diadema, Trabalho de professores muda realidade da E.E. João Ramalho

Trabalho de professores muda realidade da EE João Ramalho
Paredes são grandes
murais onde o conteúdo de sala de aula vira
arte. Fotos: Angelica Richter

O empenho do corpo docente em resgatar valores e reconstruir a identidade da ins­tituição mudou a realidade da quase centenária Escola Estadual João Ramalho, em Diadema. Há cerca de dois anos a unidade de ensino passou por momentos difíceis em relação à disciplina dos alunos. Porém, hoje, quem anda pelos corredores da escola se surpreende com a limpeza, os amplos murais que tomam as paredes e, principalmente, com o orgulho dos alunos em vestir o uniforme da escola.

Trabalho de professores muda realidade da EE João Ramalho O diretor Edivan de Oli­veira Mota Santos afirmou que as mudanças na institui­ção partiu, em boa parte, dos próprios alunos. “Questio­namos o que gostariam de ver e ter na escola. Começamos a mudança pela identidade visual. Resgatamos valores. A grande dificuldade em educação é mostrar ao aluno para o que serve o que ensinamos. Temos procurado pensar no que a João Ramalho pode fazer para que os professores trabalhem melhor e os alunos se sintam melhor. O resultado tem sido extremamente positivo no que diz respeito ao retorno dos estudantes”, pontuou.

Em parceria com a prefeitura, a unidade é uma urbe fictícia, a Cidade Esco­la João Ramalho de Economia Solidária, que promove empreendedorismo popular, co­­operativis­mo e ações de cidadania. Entre os projetos desenvolvidos estão a plantação das hortaliças e viveiro de mudas, que têm à frente as professoras Ana Paula Russo Leite e Tatiane Cristina de Oliveira Barreto.

Outros destaques da escola são a fanfarra, a cargo de José Márcio Gomes; os murais, onde o aprendizado em sala de aula se transforma em arte, sob os cuidados de Lenir Marques Ferreira; e o projeto de pintura dos muros, coordenado por Sonia Maria Alves Dantas.

Trabalho de professores muda realidade da EE João Ramalho Além do trabalho rea­lizado ao longo dos últimos anos, o corpo docente prepara a João Ramalho para o Plano Nacional da Educação. “Temos de pensar educação em longo prazo e nos preparamos para 2019. Teremos clubes de interesse juvenis, como por exemplo o JR Feminino, o Clube de Teatro, o de Ciência e Tecnologia, onde terá robótica, xadrez e química. Nosso desafio é dar aplicabilidade ao que os jovens veem em sala. Então, estamos preparando três ambientes diferentes para que esses clubes funcionem”, pontuou Santos.

Por meio de parceria com a prefeitura serão criadas na João Ramalho a Orquestra de Câmara e a Banda. “Já temos parceiros que vão comprar os instrumentos. A ideia é trazer tudo que os professores trabalham na teoria para a prática, porque é isso que dá embasamento para que os jovens aprendam”, ressaltou.

Trabalho de professores muda realidade da EE João Ramalho A escola, criada em 1922, já se prepara para comemorar seu centenário. “Dá para contar nos dedos as escolas que têm cem anos. Foi feito levantamento e verificou-se que escola começou antes mesmo da fundação da cidade. Estamos preparando a instituição, para daqui a quatro anos, no nosso centenário, estarmos com uma infraestrutura adequada, a fim de fazermos um barulho e tanto”, afirmou o diretor.
Completam a equipe as coordenadoras Olga Aparecida Coelho e Neide Correia da Silva; as vice-diretoras Maria Valdenice Timoteo e Elzi Claudia Silva.

8 Comentários

  1. Estudei nessa escola há 20 anos , na época era uma das melhores, parabéns a todos

  2. Ao nível em que chegaram, tiveram a relevância de pelo menos se sentir como gostariam de estar o ambiente da escola, agora vamos ver se deixam os professores darem aula…….Vamos dar um voto positivo aos valores!!!

  3. Parabéns aí pra todos que se empenharam, pra que isso podese acontecer pois é isso que os jovens e adolescentes precisa incentivo! Mais uma vez parabéns continue assim

  4. Maria de Fátima da Silva Santiago

    Parabéns a essa escola,se toda a fossem assim nossa cidade de Diadema seria ainda melhor enquanto a escola que minha filha es duda está ruim. Não tem merenda escolar a nova diretora mudava o horário dos alunos de semana a semana. Alunos que foram roubados e não tomam providência,roubaram um celular de um aluno e ficou por isso mesmo,minha foi roubada também fiquei com tanta raiva eu ia lá na escola resolver mas minha filha e meu marido disse que não valia a pena. A MINHA foi falar com diretora não resolveu nada simplesmente ela disse pros alunos tomarem cuidado com seus pertences. A escola se Oswaldo Aranha Cardim de Diadema.

  5. Estudei nesta escola e sei das dificuldades, parabéns a todos pelo empenho, Diadema precisa de mais atitudes assim.

  6. Parabens aos professores que ainda acredita na educação e formação das crianças para que no futuro si tornem pessoas do bem.

  7. Muito Bacana, Parabéns aos envolvidos

  8. Nordeci Barbosa Ferreira Pinto

    Parabéns a escola esta linda, meu filho foi aluno do João Ramalho até o ano passado. Essas mudanças eram realmente necessárias, parabéns a todos pela iniciativa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*