Esportes, Futebol

Em dia de homenagens, Chapecoense derrota Atlético Nacional por 2 a 1 na Arena Condá

Chapecoense fez festa para o Atlético Nacional antes da partida na Arena Condá. Foto: Reprodução/FacebookO encontro que a tragédia impediu, enfim, aconteceu. Ontem (4), Chapecoense e Atlético Nacional-COL se enfrentaram na Arena Condá pelo primeiro jogo da Recopa Sul-Americana. Em campo, a Chape venceu por 2 a 1. Fora dele, os dois lados tiveram o que comemorar.

Desde a chegada a Chapecó na segunda-feira (3), a delegação colombiana recebeu diversas homenagens – da prefeitura, de autoridades locais, moradores e do clube. Antes de a bola rolar, o estádio foi palco do “Show da Gratidão”, com imagens exibidas em um telão e apresentação do cantor Duca Leindecker. Além disso, compareceram Jackson Follmann, Neto, Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel, os quatro sobreviventes da tragédia.

Os dois times deveriam ter se enfrentado nas finais da Copa Sul-Americana de 2016. Porém, na véspera do jogo de ida, o avião com a delegação da Chape caiu em Medellín, matando 71 pessoas.

O jogo

A partida começou em ritmo lento, com as duas equipes dispostas a se estudar. Apenas aos 22 minutos, surgiu o primeiro grande lance no jogo. O Atlético Nacional marcou um gol, que foi anulado, pois Dayro Moreno recebeu a bola em posição de impedimento. Um minuto depois, a Chapecoense conseguiu inaugurar o marcador de fato. João Pedro invadiu a área pela esquerda, trouxe para o centro e arriscou o chute. A bola, porém, pegou no braço do lateral direito Bocanegra, que se jogou para tentar interceptar o arremate: pênalti. Reinaldo converteu em gol ao bater rasteiro no contrapé de Armani.

Em desvantagem, o time colombiano tentava buscar o ataque pelo lado direito, mas não oferecia perigo. Nos acréscimos, Rossi cruzou, e Túlio de Melo marcou de cabeça para a Chapecoense, mas novamente o tento foi anulado; o juiz assinalou falta do camisa 10.

No segundo tempo, o Atlético Nacional chegou ao empate aos 14 minutos. Em jogada individual, Macnelly Torres bateu da entrada da área, Artur Moraes chegou atrasado e ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar. A torcida da Chapecoense aplaudiu o gol do time adversário.

A Chape sentiu o gol, e o jogo ficou mais tenso. Porém, quando tudo indicava uma reviravolta dos colombianos, o time da casa fez 2 a 1. Aos 29 minutos, Reinaldo cobrou escanteio pela esquerda e Luiz Otávio apareceu na área para cabecear para as redes.

Agora, os dois times voltarão a se enfrentar apenas no dia 10 de maio, no jogo de volta, em Medellín.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*