Editorias, Notícias, São Paulo

Patrícia Vanzolini escolhe ABC para iniciar campanha pela presidência da OAB-SP

Patrícia Vanzolini escolhe ABC para iniciar campanha pela presidência da OAB-SP
Encabeçando chapa de oposição, professora de Direito Penal quer ser a primeira mulher a comandar a seccional paulista da entidade. Foto: Reprodução/Facebook

A advogada e professora de Direito Penal Patrícia Vanzolini escolheu o ABC para dar início a sua campanha pela presidência da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo (OAB-SP). Patrícia esteve nesta quarta-feira (20) na região, em visita às subse­ções de Diadema, Mauá, Ri­bei­rão Pires e São Bernardo.

Patrícia busca ser a pri­meira presidente da seccio­nal paulista, que é atualmente comandada por Caio Augusto Silva dos Santos, postulante à reeleição. Em quase 90 anos de história, a OAB-SP nunca teve uma mulher no comando.

A candidatura foi lançada no último sábado. A advoga­da tem feito fortes críticas à gestão atual devido ao que considera “falta de transpa­rência” e promete “abrir a caixa preta” da seccional. En­­tre as bandeiras de campa­nha estão baixar a anuidade dos associados e modernizar a entidade.

“A OAB como um todo é uma estrutura ine­ficiente, pou­co transparente, que usa pouco a tecnologia e que atende muito mal os advogados. Essa gestão, em especial, foi muito omissa em várias necessidades dos advogados durante a pandemia. Seu maior defeito foi a irrelevância na vida dos profissio­nais”, disse Patrícia, em entre­vista ao Diário Regional.

A candidata cita como exem­plo de obsolescência da OAB o fato de as eleições de novembro serem pre­senciais, apesar da pandemia. “Mesmo antes da covid-19, fizemos um pedido à OAB para a implementação do voto digital, porque o voto pre­sencial não se justifica, pois reduz a representativida­de da eleição”, criticou.

Segundo a candidata, a OAB-SP tem orçamento maior que o de muitos municípios do país – em torno de R$ 344 mi­lhões por ano – e 330 mil advogados registrados. “Vamos abrir a caixa preta da OAB e saber para onde vai esse dinheiro da advocacia”, prometeu.

Patrícia lembrou tam­bém que, durante a campanha que precedeu sua eleição, Caio Augusto prometeu não disputar a re­eleição. “Essa quebra da pro­messa é bastante grave”, criticou, ressaltando que, caso seja eleita, pretende deixar a presidência “em 31 de dezembro de 2024” e não mais voltar.

MINORIAS

A advogada criminalista é defensora de bandeiras como a inserção de minorias dentro do universo do Direito e da ampliação do espaço e da repre­sentatividade da mulher na ad­vocacia e na sociedade.

“Em 90 anos, nós nunca ti­vemos uma mulher na pre­si­dência. Isso reflete um pouco a estrutura de nossa sociedade, na qual as mulheres ocupam postos de trabalho, mas quase nunca chegam aos postos de comando. Entendemos, inclusive, que a eleição de uma mulher (pa­ra a presidência da OAB-SP) pode fo­mentar o empoderamento fe­minino na politica de forma ge­­ral”, afirmou Patrícia. “Além dis­so, o olhar da mulher pode contribuir com outra pers­pec­tiva para questões que os homens não vivenciam.”

 

Registro de chapas vai até terça-feira, e eleições ocorrem em 25 de novembro

As eleições na seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo estão marcadas para 25 de novembro. Além da nova diretoria da OAB-SP, serão escolhidos a diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados (Caasp), os membros dos conselhos Estadual e Federal e as diretorias das subseções. O mandato é de três anos.

Além de Patrícia Vanzolini, que encabeça a chapa Muda OAB/SP, e de Santos, que lidera a chapa Conexão e União, há outras duas candidaturas confirmadas: a de Dora Cavalcanti (#aOABtáON) e a de Alfredo Scaff (Movimento OAB pra você). Outras chapas devem se inscre­ver até o encerramento do prazo, que termina na terça-feira.

A seccional paulista é a maior da OAB, com cerca de 330 mil advogados registrados. Seu pre­sidente administra um orçamento pró­ximo de R$ 350 mi­­lhões, maior que o de municípios co­mo Ribeirão Pires.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*