Esportes, Futebol

Em alta na seleção, Cueva é questionado por baixo rendimento apresentado no São Paulo

Cueva comemora gol na vitória peruana sobre a Bolívia. Foto: Divulgação/FPFO torcedor do São Paulo que já desconfiava da falta de interesse de Cueva tem agora convicção de que o jogador não está dando tudo o que pode pelo clube.

Na última quinta-feira (31), representando a seleção peruana nas Eliminatórias da Copa, o meia-atacante jogou muito bem e marcou um golaço, em chute de longe.

A atuação de gala gerou muita irritação dos torcedores nas redes sociais, que o acusaram de não estar comprometido com o São Paulo. Muitos afirmam que perdeu toda a credibilidade ao longo do ano.

O camisa 10 chegou ao clube em junho de 2016 e, no ano passado, fez sete gols em 24 jogos pelo Brasileiro. Este ano, o meia-atacante só balançou a rede uma vez e tem ido mal.

A reportagem apurou que até os jogadores estão inconformados. Os mais novos têm cobrado dos mais experientes uma conversa mais forte com o peruano, porque ninguém entende a repentina queda de rendimento.

Isso pode abalar o relacionamento de um grupo que luta para sair da zona de rebaixamento e para manter o São Paulo na Série A do Brasileiro. Até por isso, as chances de Cueva voltar da seleção e ser titular são poucas.

A impressão no elenco é a de que todos estão se doando ao máximo em cada partida, enquanto o camisa 10 não tem a mesma disposição.

As cobranças têm acontecido constantemente. Dentro e fora de campo. Contra o Palmeiras, por exemplo, Cueva tentou afastar a bola com o calcanhar e levou uma bronca de Rodrigo Caio.

Para muitos dentro do clube, o peruano perdeu o interesse de jogar pelo São Paulo. O Fenerbahçe-TUR tentou contratar Cueva há algum tempo, mas o Tricolor afirmou não ter recebido proposta.

O comportamento fora de campo não o ajuda. Visto em uma festa numa folga após empate por 1 a 1 com o Avaí, Cueva não tem a mesma postura do resto do time, que entende não ser o momento de badalação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*