Últimas Notícias

Educação de Ribeirão Pires dialoga com MP sobre volta presencial de aulas

A secretária de Educação de Ribeirão Pires, Rosi Ribeiro de Marco, acompanhada da equipe gestora da secretaria, recebeu nesta quarta-feira (13) a promotora de Justiça da cidade,  Maria Cecília Alfieri Nacle, para dialogar sobre as ações adotadas pela prefeitura no processo de retomada das atividades presenciais nas escolas municipais.

Rosi de Marco afirmou à promotora que a rede aguarda a publicação de Resolução do Governo do Estado com as diretrizes para o retorno obrigatório das aulas presenciais a partir de segunda-feira (18), o qual foi anunciado pelo governador João Doria nesta quarta-feira.

Segundo a prefeitura, o assunto seguirá sob análise técnica da equipe gestora da Educação, com acompanhamento do Conselho Municipal de Educação. “Profissionais das escolas municipais e familiares dos alunos receberão orientações sobre as possíveis mudanças nos próximos dias”, destacou a pasta.

Além da volta às aulas, durante a reunião com a promotora de Justiça, acompanhada também pelo secretário de Assistência, Participação e Inclusão Social, Leonardo Biazi, a secretária prestou informações sobre o cadastramento em creches, entre outros serviços oferecidos pela rede municipal de ensino.

Entre os assuntos em pauta, a equipe gestora da Educação apresentou projetos implantados neste ano, como o Portfólio Digital, que permite o acompanhamento dos alunos da rede em tempo integral, por meios digitais; a sondagem do nível de aprendizado dos estudantes, realizada com base nos parâmetros estabelecidos pelo Instituto Ayrton Senna; o reforço das equipes com a contratação de mais professores, estagiários e agentes escolares; entre outras medidas.

“Temos o compromisso de manter o diálogo aberto com toda a comunidade escolar, dando transparência ao nosso trabalho. Nossa prioridade é garantir ensino de qualidade para todos os alunos da rede, especialmente nesta retomada ao presencial. Além do bem-estar e da segurança das crianças e jovens, pensamos, planejamentos e realizamos ações para recuperar possíveis defasagens, para um melhor processo de aprendizagem”, destacou Rosi.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*