Diadema, Minha Cidade, Sua região

Edital do novo hospital municipal de Diadema será publicado em até 90 dias

Filippi: "o empreendimento que será implementado em etapas, em dois, três, até cinco anos. Neste mandato teremos boas etapas percorridas para dar à população de Diadema um Hospital Municipal de última geração". Foto: Igor Andrade/PMD
Filippi: “o empreendimento que será implementado em etapas, em dois, três, até cinco anos. Neste mandato teremos boas etapas percorridas para dar à população de Diadema um Hospital Municipal de última geração”. Foto: Igor Andrade/PMD
HM, que ficará  onde hoje é o Paço Municipal, formará  quadrilátero da saúde com novos Pronto Socorro e e duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24 horas, juntamente com o Quarteirão da Saúde
O prefeito de Diadema, José de Filippi Júnior, estimou que, em até 90 dias, será publicado o edital de licitação para contratar empresa que ficará responsável pela construção do novo hospital municipal. O projeto é instalar o equipamento onde hoje funciona o Paço Municipal, na Rua Almirante Barroso, região central da cidade.
Filippi destacou, ainda, que a administração tem um olhar constante para a saúde, em um planejamento que não fica apenas no presente. “Uma boa gestão da saúde depende do olhar para frente. De solucionar os problemas atuais, mas buscando investimentos para o futuro também. É isso que estamos fazendo”, disse.
A declaração foi feita durante a inauguração da modernização da UBS Piraporinha. A unidade precisou de ampla reforma estrutural diante de anos de falta de manutenção. Além das melhorias na estrutura, o equipamento foi o sétimo contemplado pelo programa UBS Nota 10, que envolve reparos físicos e aprimoramento da gestão da rotina, com equipamentos tecnológicos, câmeras de vigilância, abastecimento de medicamentos e equipe completa de funcionários.
O prefeito destacou que uma das maiores demandas da cidade atualmente é dar  solução definitiva ao atual Hospital Municipal, localizado no bairro Piraporinha. A unidade foi inaugurada no começo dos anos 1990. Por causa de impasses burocráticos envolvendo o governo federal e o INSS, a prefeitura não conseguiu a titularidade total do HM e, assim, nunca obteve aval para uma reforma completa do equipamento.
Diante disso, segundo a prefeitura, o governo Filippi “revolucionou o pensamento” para remodelar a gestão da saúde. O Hospital Municipal ficará no lugar do Paço Municipal, em um planejamento que vai além, com construção de um Pronto-Socorro (PS) Central e duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24 horas. Esse complexo ficará localizado nas proximidades do Quarteirão da Saúde, formando um quadrilátero de equipamentos a serviço da população
“Será um hospital de primeira qualidade, com toda tecnologia existente, e tocar um projeto desse não é do dia para a noite. É um empreendimento que será implementado em etapas, em dois, três, até cinco anos. Neste mandato teremos boas etapas percorridas para dar à população de Diadema um Hospital Municipal de última geração”, afirmou o prefeito.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*